Com domínio santista, Seleção FI do Paulistão tem meia da Ponte e atacante lanterna

Nesta edição, o time com mais representantes é o Santos, que emplacou os dois laterais e o técnico Sampaoli

por Agência Futebol Interior

São Paulo, SP, 04 (AFI) - Após começar na quarta-feira, a nona rodada do Paulistão terminou nesta segunda-feira de Carnaval. Mais uma vez, o Portal Futebol Interior acompanhou todas as partidas e escalou a sempre aguardada Seleção da Rodada.

Nesta edição, o time com mais representantes é o Santos, que emplacou os dois laterais e o técnico Sampaoli. Santos e São Paulo, cada um com dois escolhidos, vêm na sequência.

CONFIRA A SELEÇÃO DA NONA RODADA DO PAULISTÃO:

Cássio (Corinthians);

Victor Ferraz (Santos), Arboleda (São Paulo), Ligger (Red Bull Brasil) e Felipe Jonatan (Santos);

Bruno Henrique (Palmeiras), Matheus Vargas (Ponte Preta), Vitinho (São Caetano) e Ricardo Goulart (Palmeiras);

Pablo (São Paulo) e Paulo Henrique (São Bento).

Técnico: Jorge Sampaoli (Santos).

________________________________________________________________________________________

Goleiro: Cássio (Corinthians)
Foi o herói do empate do Corinthians contra o lanterna do Paulistão. O goleiro novamente viu a sua estrela brilhar ao ser decisivo diante um time novamente irregular, que não conseguiu se impor contra o São Bento em Sorocaba. Nos minutos finais, durante uma pressão do time da casa, fez pelo menos duas grandes defesas e ainda contou com um erro de Alecsandro para sair de campo consagrado.

Ricardo Goulart marcou dois e ainda deu assistência. (Foto: Cesar Greco / Ag Palmeiras)
Ricardo Goulart marcou dois e ainda deu assistência. (Foto: Cesar Greco / Ag Palmeiras)
Lateral: Victor Ferraz (Santos)
Ufa! O Santos está classificado de forma antecipada as quartas de final do Campeonato Paulista. Em jogo que o time ´ficou atrás do placar duas vezes e estava empatando até o último lance, quando Victor Ferraz apareceu para marcar o gol milagroso e encerrar o sufoco.

Zagueiro: Arboleda (São Paulo)
Jogador mais regular do São Paulo neste primeiro semestre, o equatoriano foi premiado com o segundo gol da vitória pra cima do Bragantino, que encerrou a sequência de cinco jogos sem vencer, entre Campeonato Paulista e a eliminação na Libertadores. A cada dia que passa Arboleda só aumenta a sua idolatria com a torcida.

Zagueiro: Ligger (Red Bull Brasil)
Se o Red Bull Brasil está com um pé na próxima fase do estadual, muito se passa pelos pés (ou a cabeça) de Ligger, responsável direto pela vitória por 1 a 0 contra o Novorizontino. O zagueiro aproveitou um cochilo da marcação para testar, dentro da pequena área, e completar sete jogos do clube sem perder, disparado no Grupo A.

Lateral: Felipe Jonatan (Santos)
Na estreia com o Santos, o jogador conseguiu corresponder toda a expectativa da torcida e principalmente a dor de cabeça que o clube teve para tirá-lo do Ceará. Entrou em campo e foi muito bem, apareceu no ataque, deu opção, trabalhou as jogadas e em alguns momentos parecia que já estava entrosado com os companheiros.

Sampaoli é o técnico da rodada. (Foto: Ivan Storti / Santos FC)
Sampaoli é o técnico da rodada. (Foto: Ivan Storti / Santos FC)
Volante: Bruno Henrique (Palmeiras)
Faltam palavras para elogiar o capitão do Palmeiras, que sucessivamente sai de campo aplaudido pela torcida e que já coleciona elogios da imprensa. O jogador tem todas as características de um volante moderno e ao lado Felipe Melo, que o completa com uma marcação mais forte. Juntos eles devem ser titulares do time no ano.

Meia: Matheus Vargas (Ponte Preta)
Finalmente saiu a primeira vitória da Ponte Preta sob o comando de Jorginho. Um dos principais responsáveis pelo triunfo por 2 a 1 sobre o Botafogo foi Matheus Vargas, que foi bastante participativo, criou uma série de boas oportunidades no campo de ataque e ainda marcou o gol da virada pontepretana.

Meia: Vitinho (São Caetano)
O São Caetano finalmente desencantou no Campeonato Paulista. Com dois gols de Vitinho, o time de Pinado saiu da zona de rebaixamento e já começa a fazer as contas para se manter na primeira divisão. O meia jogou muito no Anacleto Campanella e foi coroado com duas bolas na rede.

Meia: Ricardo Goulart (Palmeiras)
Mostrou o seu cartão de visita para a torcida do Palmeiras. Depois de entrar no segundo tempo do clássico com o Santos, Ricardo Goulart agora teve uma partida completa para mostrar seu futebol e já fez valer todo o investimento. Marcou dois gols e ainda deu a assistência para Borja completar a vitória por 3 a 2 contra o Ituano.

Paulo Henrique fez o gol do São Bento contra o Corinthians. (Foto: Reprodução)
Paulo Henrique fez o gol do São Bento contra o Corinthians. (Foto: Reprodução)
Atacante: Pablo (São Paulo)
Marcou o gol que encerrou a ‘zika’ do São Paulo, que não vencia há cinco jogos e estava muito pressionado pela torcida para buscar uma vitória fora de casa. Foi o jogador que mais tentou, buscou as jogadas, criou pelo menos duas oportunidades no primeiro tempo, e foi contemplado com a bola na rede na etapa final, coroando a sua atuação.

Atacante: Paulo Henrique (São Bento)
Mesmo na má fase do São Bento, que não venceu nenhum jogo nesta temporada e é o lanterna do Campeonato Paulista, Paulo Henrique conseguiu se destacar no empate por 1 a 1 com o Corinthians dentro do Walter Ribeiro. Foi o jogador mais que buscou o jogou, tentou alguma jogada individual e levou perigo ao gol de Cássio. No fim, marcou o gol de empate em Sorocaba.

Técnico: Jorge Sampaoli (Santos)
Mais do que merecida a presença de Jorge Sampaoli na Seleção da Rodada do Futebol Interior. Teve responsabilidade direta na vitória de virada por 3 a 2 pra cima do Oeste dentro do Pacaembu. Mexeu no time, acertou o posicionamento no meio e foi coroado com o triunfo que colocou o Santos na próxima fase do Campeonato Paulista de forma antecipada.