Com ex-Corinthians e domínio do Velo Clube, Seleção FI do Paulista A3 chega no 4-3-3

O nome mais famoso da lista é Beto Acosta, vice-artilheiro do Brasileirão de 2007 e campeão da Série B de 2008 com o Timão

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 11 (AFI) - A 11ª rodada do Campeonato Paulista da Série A3 foi disputada entre a sexta-feira e o domingo. E, apesar de ter sido realizada durante três dias distintos, só deu o líder Velo Clube ao longo de todo final de semana. O Galo Vermelho visitou o EC São Bernardo, no sábado, goleou por 4 a 0 e abriu quatro pontos de distância para Desportivo Brasil e Noroeste, equipes que vêm logo atrás. Assim, o Rubro-Verde domina a Seleção FI, com quatro nomes, incluindo o técnico Karmino Colombini.

QUE TIMAÇO
O timaço, aliás, vem montado no tradicional - e ofensivo - 4-3-3. O nome mais famoso da lista é Beto Acosta, vice-artilheiro do Brasileirão de 2007 e campeão da Série B de 2008 com o Corinthians.

O experiente atacante uruguaio foi essencial para o empate do Taboão da Serra diante do Barretos. O Touro do Vale abriu 2 a 0 antes dos 20 minutos, mas, aos 44 do primeiro, ‘Lula Molusco’ apareceu, complementou jogada de Rhuan e descontou. Aos 15 do segundo, Diego Souza deixou tudo igual.

Karmino Colombini comanda o Velo Clube
Karmino Colombini comanda o Velo Clube

O TIME
Felipe (Velo Clube);
Léo Santos (Velo Clube), Veloso (Olímpia), Bruno Sabiá (Capivariano) e Calixto (Desportivo Brasil);
Caio César (Rio Preto), Anderson Brito (Velo Clube) e André Luiz (Barretos);
Acosta (Taboão da Serra), Michel (Batatais) e Lynneeker (Capivariano).

Técnico: Karmino Colombini (Velo Clube).


COMO ELES FORAM NO FINAL DE SEMANA?


Goleiro: Felipe (Velo Clube) - O arqueiro velista teve mais uma boa atuação e fez defesas difíceis - que foram essenciais para o Galo Vermelho chegar à goleada de 4 a 0, fora de casa, sobre o EC São Bernardo - quando o jogo ainda estava empatado sem gols.


Lateral-direito: Léo Santos (Velo Clube) - O ala havia ficado fora da última rodada por suspensão, voltou ao time rubro-verde contra o EC São Bernardo e fez uma excelente partida: foi seguro na marcação e uma arma fatal quando desceu ao ataque. Marcou dois belos gols na goleada, incluindo um de voleio, da entrada da pequena área, aproveitando falha da defesa adversária com muito oportunismo, como um centroavante.


Zagueiro: Veloso (Olímpia) - Na vitória olimpiense, o destaque foi o polivalente defensor, que atua tanto na zaga quanto na lateral direita. Diante do Monte Azul, conseguiu anular as jogadas ofensivas, principalmente pelo alto, graças ao bom porte físico e ótimo senso de colocação. Também por isso, foi preciso em diversas coberturas que precisou fazer.


Zagueiro: Bruno Sabiá (Capivariano) - Jogando na Arena Capivari, o Leão da Sorocabana fez jus ao fator casa e venceu o Grêmio Osasco pelo placar de 2 a 0 e segue na briga pelas primeiras colocações, além de estar próximo das quartas de final. Nesta partida, o defensor foi impecável. Ele deu um banho de bola na retaguarda alvirrubra, sem deixar a equipe adversária chegar com perigo ao gol. Além disso, ele foi ao ataque e, de cabeça, marcou o primeiro tento do jogo ainda no primeiro tempo.


Lateral-esquerdo: Calixto (Desportivo Brasil) - O Dragão Chinês arrancou importante empate com o Comercial, em pleno Palma Travassos, e praticamente se garantiu nas quartas de final. Um dos grandes responsáveis por isso foi ala canhoto que, com muita personalidade, foi importante válvula de escape para o ataque, além de ter sido essencial na marcação.


Volante: Caio César (Rio Preto) - Na estreia do técnico Sérgio Caetano, o zagueiro de origem foi improvisado no meio de campo, mas deu conta do recado ao substituir Jô, que cumpria suspensão. Ele desarmou e apareceu lá na frente, quase deixando um tento. Aliás, no gol do Jacaré, o atleta roubou a bola e lançou Pardalzinho, que cruzou na medida para Gabriel Barcos marcar sobre o Primavera.


Volante: Anderson Brito (Velo Clube) - O Galo Vermelho deu um passo importante para terminar a primeira fase na liderança ao vencer o EC São Bernardo, neste sábado, pelo placar de 4 a 0. Um dos grandes responsáveis por esse belo resultado que manteve o Rubro-Verde isolado na ponta foi o meio-campista, que, além de ter marcado um dos gols do jogo, foi 'a cabeça pensante' da ‘meiuca’ da equipe, ajudando os companheiros de ataque.


Meia: André Luiz (Barretos) - O Touro do Vale começou o duelo diante do Taboão da Serra de maneira avassaladora, anotando dois gols em menos de 20 minutos. O mais bonito deles foi do camisa 10. Ele recebeu da intermediária e acertou um lindo balaço, sem chances de de defesa para o goleiro Aranha.


Atacante: Acosta (Taboão da Serra) - Quando tudo indicava que o Cão Pastor desceria aos vestiários perdendo por 2 a 0 para o Barretos, o experiente atacante uruguaio apareceu para diminuir a dianteira e fazer 2 a 1. O tento se mostraria essencial, já que os donos da casa conseguiram, aos 15 do segundo, chegar ao empate.


Atacante: Michel (Batatais) - O avante, com passagem pelas categorias de base do Athlético Paranaense, anotou o segundo gol da vitória do Fantasma por 3 a 1 sobre o São Carlos em um momento importantíssimo: aos 33 do primeiro, quando a equipe visitante ganhava por apenas um de diferença. O resultado praticamente tira quaisquer chances de os batataenses caírem, além de deixar a Águia da Central bem próxima da Segundona 2020.


Atacante: Lynneeker (Capivariano) - Ao lado de Bruno Sábia, o avançado foi um dos grandes responsáveis pela vitória do Leão da Sorocabana sobre o Grêmio Osasco pelo placar de 2 a 0. Ele infernizou a defesa adversária durante todo o jogo e, nos minutos finais, conseguiu deixar a sua marca para dar números finais ao duelo.


Técnico: Karmino Colombini (Velo Clube) - O Galo Vermelho deu mais uma prova de que está irresistível. Não se incomodou de ir ao Estádio Primeiro de Maio, em São Bernardo do Campo, e golear o EC São Bernardo por 4 a 0. Assim, segue com a excelente campanha, que tem sete vitórias e quatro empates, 25 pontos e mais de 75% de aproveitamento.