Seleção FI do Paulistão tem treinador do Guarani e "artilheiro surpresa"

Osmar Loss emplacou a segunda vitória seguida no Bugre e entrou de vez na briga pela classificação

por Agência Futebol Interior

São Paulo, SP, 11 (AFI) - A sexta rodada do Campeonato Paulista não foi nada boa para os visitantes. A exceção foi o Oeste, que ganhou do São Caetano. Nas outras sete partidas, aconteceram seis vitórias dos mandantes e um empate. Guarani e Ponte Preta se deram bem, enquanto Corinthians e São Paulo acumularam novas derrotas.

Não foi fácil, mas os integrantes da Seleção do Futebol Interior da sexta rodada foram escolhidos após a vitória do Palmeiras sobre o Bragantino, nesta segunda-feira. A tática usada por Osmar Loss, que vem realizando bom trabalho no Guarani, é o tradicional 4-4-2, com dois volantes e dois meias.

O grande destaque é o meia Jean Mota, que mudou da água para o vinho sob o comando do técnico argentino Jorge Sampaoli. O jogador esteve próximo de ser negociado, mas hoje é fundamental para o Santos e também é o artilheiro do Paulistão, com cinco gols.

Osmar Loss conquistou mais uma vitória no comando do Guarani e foi o escolhido como treinador da Seleção FI
Osmar Loss conquistou mais uma vitória no comando do Guarani e foi o escolhido como treinador da Seleção FI

A escalação da Seleção FI vem assim: Giovanni (Guarani); Aderlan (Red bull Brasil), Renan Fonseca (Ponte Preta), Edu Dracena (Palmeiras) e Paulinho (Novorizontino); Matheus Jesus (Oeste), Adilson Goiano (Novorizontino), Jean Mota (Santos) e Fellipe Mateus (Ferroviária); Dudu (Palmeiras) e Osman (Red Bull Brasil). Técnico: Osmar Loss (Guarani).

CONFIRA A SELEÇÃO FI

Goleiro: Giovanni (Guarani)
Contratado sob certa desconfiança da torcida, Giovanni vem calando os críticos. Ele, inclusive, foi o responsável pela vitória bugrina sobre o Botafogo, por 2 a 0, no último domingo, em Campinas, ao defender pênalti cobrado por Bruno Moraes quando o jogo ainda estava empatado. O goleiro ainda fez uma grande defesa em chute colocado do atacante tricolor.

Lateral: Aderlan (Red Bull Brasil)
Um dos jogadores mais participativos no Moisés Lucarelli. Aderlan apareceu bastante para o jogo, se movimentou e deu condições aos companheiros, principalmente em jogadas de linha de fundo pela direita. Na parte defensiva, o lateral-direito foi muito bem e durante um primeiro tempo turbulento, conseguiu assegurar o resultado dentro de casa.

O zagueiro Renan Fonseca é um dos jogadores mais regulares da Ponte Preta
O zagueiro Renan Fonseca é um dos jogadores mais regulares da Ponte Preta

Zagueiro: Renan Fonseca (Ponte Preta)
O sistema defensivo da Ponte Preta é bastante seguro. Diante de um pressionado São Paulo, a defesa alvinegra foi exigida, principalmente pelo alto, e não perdeu quase nenhuma bola. Além disso, Renan Fonseca teve participação direta no gol marcado por Hugo Cabral ao desviar escanteio cobrado por Gerson Magrão na primeira trave.

Zagueiro: Edu Dracena (Palmeiras)
Com Bruno Henrique no banco de reservas, Edu Dracena herdou a braçadeira de capitão e fez por onde. Muito seguro, o veterano ajudou a anular o setor ofensivo do Bragantino. O jogador vem pedido espaço na equipe considerada titular do Verdão.

Lateral: Paulinho (Novorizontino)
Saiu de campo como o grande herói da vitória pra cima do Corinthians. Além da presença defensiva, Paulinho era fundamental na bola área, levando perigo em pelo menos duas oportunidades ao goleiro Cássio, que teve trabalho no domingo. No fim, ainda participou do gol de Murilo Henrique que corou a atuação coletiva do Novorizontino.

Volante: Matheus Jesus (Oeste)
Esse é figurinha carimbada na Seleção da Rodada do Futebol Interior. Matheus Jesus tem despontado como um dos melhores jogadores da posição neste inicio de Campeonato Paulista. Depois de marcar os dois gols do empate com o Novorizontino, agora ele abriu o placar da vitória por 3 a 1 pra cima do São Caetano. Vive grande fase!

Volante: Adilson Goiano (Novorizontino)
Foi muito bem no meio de campo do Novorizontino. O volante saiu de campo como fundamental para matar a velocidade do Corinthians e controlar o meio de campo do estádio Jorge Ismael de Biasi. Atuou como um jogador discreto, mas muito necessário.

O meia Jean Mota é o destaque neste início de Paulistão com cinco gols marcados
O meia Jean Mota é o destaque neste início de Paulistão com cinco gols marcados

Meia: Jean Mota (Santos)
A fase artilheira do não acaba, mas não só disso que é feito o grande momento do meia. Além de ter marcado o gol da vitória santista sobre o Mirassol, aos 49 minutos do segundo tempo, Jean Mota foi muito participativo durante o jogo todo. Posicionado quase como um terceiro atacante, foi essencial para a criação de jogadas e deu trabalho para a defesa mirassolense.

Meia: Fellipe Mateus (Ferroviária)
Atuou como o ‘motorzinho’ da Ferroviária em Sorocaba. O meio de campo deu muito trabalho para a marcação, principalmente no primeiro tempo, mas não conseguiu sair de campo com a vitória. Trabalhou bastante, serviu os companheiros, mas não contava com a estrela do goleiro Henal, que conseguiu assegurar o empate para o São Bento em casa.

Atacante: Dudu (Palmeiras)
Dudu novamente foi o destaque na vitória do Palmeiras por 2 a 0 para cima do Bragantino. Braço direito do técnico Felipão, o camisa 7 chamou a responsabilidade e participou das principais jogadas ofensivas da equipe de Palestra Itália. Marcou um bonito gol que abriu o marcador no Pacaembu.

Dudu foi o destaque do Palmeiras diante do Bragantino
Dudu foi o destaque do Palmeiras diante do Bragantino
Atacante: Osman (Red Bull Brasil)
É um dos destaques na boa campanha realizada pelo Red Bull Brasil até aqui no Paulistão. Na vitória sobre o Ituano, por 2 a 1, Osman fez a diferença. No primeiro gol, roubou a bola de Peri, deixou o lateral no chão com um corte seco e finalizou rasteiro. Depois, deu passe preciso para Roberson marcar o segundo do Toro Loko.

Técnico: Osmar Loss (Guarani)
O trabalho de Osmar Loss foi criticado logo nas primeiras rodadas, mas vem mostrando evolução, tanto que o Guarani emplacou a segunda vitória seguida no último domingo, sobre o Botafogo, e entrou de vez na briga por uma vaga nas quartas de final. Quem também merece destaque é Antônio Carlos Zago, do Red Bull Brasil.