Seleção FI do Paulista A2 tem laterais do Linense e domínio juventino

Time tem como destaques a formação com três zagueiros, que estão apoiados por Gedeílson e Vinícius, os dois alas do Linense

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 11 (AFI) - Em rodada que o Juventus venceu o Clássico dos Imigrantes por goleada, a seleção não podia ser puxada por algo diferente. Além do trio do Moleque Travesso, a seleção da sexta rodada do Campeonato Paulista Série A2 tem como destaques a formação com três zagueiros, que estão apoiados por Gedeilson e Vinícius, os dois alas do Linense.

O trio de zaga tem um pouquinho de casa, com nomes de Rio Claro, Juventus e Água Santa, além do goleiro do XV de Piracicaba, que brilhou. Outros times a completarem o quadro são Santo André e Nacional. A seleção é comandada pelo treinador do Rio Claro.

Confira a seleção da sexta rodada do Paulista Série A2:

Luiz Fernando (XV de Piracicaba);

Gedeílson (Linense), Diego Augusto (Rio Claro), Diego Sacomam (Juventus), Luizão (Água Santa) e Vinícius Silva (Linense);

Ale (Juventus), Guilherme Garré (Santo André) e Matheus Lu (Nacional);

Adilson (Juventus) e Dadá (Água Santa).

Técnico: Adilson Teodoro (Rio Claro).

Artilheiro Dadá é figurinha carimbada na Seleção FI. (Foto: Michel Sanches / Água Santa)
Artilheiro Dadá é figurinha carimbada na Seleção FI. (Foto: Michel Sanches / Água Santa)

Goleiro: Luiz Fernando (XV de Piracicaba):
Luiz Fernando foi peça-chave para que o XV de Piracicaba não fosse derrotado pelo Sertãozinho. O goleiro brilhou principalmente na primeira etapa, quando o Sertãozinho teve amplo domínio do confronto. A grande defesa de Luiz no jogo foi logo aos 11 minutos, quando Tom saiu na cara do gol, mas o arqueiro teve outras grandes participações.

Lateral-direito: Gedeilson (Linense):
O esquema com três zagueiros e dois alas do Linense funcionou com maestria nesta rodada. Gedeilson causou muitos problemas ao Taubaté e foi premiado com o gol que selou a virada e vitória do Elefante da Noroeste.

Gedeilson foi um dos destaques do Linense. (Foto: Divulgação / Linense)
Gedeilson foi um dos destaques do Linense. (Foto: Divulgação / Linense)

Zagueiro: Diego Augusto (Rio Claro):
Fez uma partida muito segura contra o Atibaia, que tentou dar trabalho mesmo jogando fora de casa, mas parou por muitas vezes no zagueirão rio-clarense. A boa atuação foi coroada aos 40 minutos do segundo tempo, quando ele marcou o terceiro gol da vitória por 3 a 1 sobre os atibaienses.

Zagueiro: Diego Sacoman (Juventus):
Muito tranquilo na proteção ao campo defensivo, com desarmes pontuais e bom posicionamento. Mesmo com o Juventus jogando com um a mais por boa parte da partida, se entregou como se o estivesse 11 contra 11 e ajudou o time a construir uma goleada por 4 a 1 no clássico contra a Lusa.

Zagueiro: Luizão (Água Santa):
Não é à toa que o Água Santa está invicto e na liderança. O segredo é o equilíbrio do time, que tem um grande desempenho tanto na defesa quanto no ataque, com 12 gols feitos e quatro sofridos. No confronto direto com a Portuguesa Santista, sofreu um pouco lá atrás, mas Luizão estava esperto e foi um monstro na marcação.

Lateral-esquerdo: Vinícius Silva (Linense):
Vinicius Silva foi escolhido o melhor atleta em campo pela Rádio Cacique de Taubaté. Deu muito trabalho ao setor defensivo do Burro da Central, além de ser fundamental na transição e na ótima atuação, como um todo, da equipe de Lins.

Luizão fez grande partida pelo Água Santa (Foto: Michel Sanches / Água Santa)
Luizão fez grande partida pelo Água Santa (Foto: Michel Sanches / Água Santa)

Volante: Ale (Juventus):
Foi essencial para a goleada por 4 a 1 sobre a Portuguesa. Comandou o meio de campo, tanto na marcação quanto na transição, com muita disposição do começo ao fim da partida. Com vigor físico e qualidade técnica, vem sendo de extrema importância para o Moleque Travesso.

Meia: Guilherme Garré (Santo André):
Guilherme Garré brilhou já na primeira etapa da partida, que teve maior sucesso dos goleiros. O meia-atacante criou ao menos duas grandes oportunidades de gol e, numa delas, o goleiro rival fez um milagre. O jogador seguiu tentando e, aos 10 minutos do segundo tempo, se posicionou bem para marcar o seu.

Meia: Matheus Lu (Nacional):
O meia-atacante Matheus Lu, sempre muito rápido pelos lados do campo, deu muito trabalho à equipe adversária e fez a jogada do gol da vitória do Nacional. O jogador foi um pilar de criação do time da capital e se destacou na partida.

Atacante: Adilson (Juventus):
Ainda não havia marcado nenhum gol na temporada. Mas quer momento melhor do que um Clássico dos Imigrantes para desencantar? Mostrou personalidade, chamou a bola, sempre bem posicionado, e marcou dois gols na goleada por 4 a 1 sobre a Portuguesa.

Adilson marcou dois gols contra a Lusa. (Foto: Marcelo Germano / CA Juventus)
Adilson marcou dois gols contra a Lusa. (Foto: Marcelo Germano / CA Juventus)

Atacante: Dadá (Água Santa):
Ninguém segura o menino. Dois dias após seu aniversário de 22 anos, Dadá foi protagonista do Água Santa mais uma vez e deixou sua marca na vitória por 2 a 1 sobre a Portuguesa Santista. Por enquanto, passou apenas um partida em branco, com cinco gols em seis jogos, isolado na artilharia da Série A2.

Técnico: Adilson Teorodoro (Rio Claro):
O Rio Claro jogou muita bola diante do Atibaia. No entanto, o time foi para o intervalo sendo derrotado e, a conversa com o treinador, lançou a campo um time com uma postura tática extremamente ofensiva, fazendo com que a virada e a vitória viessem de forma convincente.