Donos do acesso, Primavera e Comercial dominam Seleção FI Final da Segundona

Jogadores de Itararé, Francana, São José, Internacional, Paulista e Flamengo também garantiram presença entre os melhores do campeonato

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 05 (AFI) - 345 jogos, 30 rodadas, cinco fases e 40 times na disputa, esses são alguns números que mostram a dimensão do tamanho que foi o Campeonato Paulista da Segunda Divisão - quarto patamar do futebol paulista - em 2018. Após passarem por todos esses desafios, Primavera e Comercial demonstraram a sua força em campo, conquistando o acesso para o Paulista A3 de 2019 e além disso, ajudaram as equipes a dominar a Seleção FI final da Segundona.

Na grande final, após o empate sem gols no duelo de ida, o Fantasma levou a melhor sobre o Bafo em uma virada espetacular no final do segundo jogo da decisão, vencendo a partida por 2 a 1 para ficar com o título. Até por conta desse 'nó tático' dado nos últimos minutos para ficar com a taça, o técnico Paulo Pereira mereceu ser o grande comandante desta Seleção FI.

A Seleção dos melhores do campeonato vem escalada na formação 4-2-3-1, o sistema tático que está na moda. Na defesa, o Primavera mais uma vez teve destaque graças à boa campanha feita defensivamente, tanto que conseguiu emplacar dois atletas: o goleiro Felipe e o zagueiro Gabriel Caran. Já no meio-campo, os destaques ficam por conta de três meias-atacantes bastante rápidos: Matheus China (Comercial), Cuadrado (Paulista) e Zé Gatinha (Flamengo). Além é claro do artilheiro da competição e do Comercial, com 18 gols marcados, Gleyson jogando como homem fixo na área e sendo referência.

Donos do acesso, Primavera e Comercial dominam Seleção FI Final da Segundona
Donos do acesso, Primavera e Comercial dominam Seleção FI Final da Segundona


CONFIRA A SELEÇÃO FINAL DO CAMPEONATO PAULISTA DA SEGUNDA DIVISÃO:
Felipe (Primavera);
Dener (Comercial), Gabriel Caran (Primavera), Hurtado (Itararé) e Léo Turbo (São José);
Rasley (Francana) e Léo Prado (Inter de Bebedouro);
Matheus China (Comercial), Cuadrado (Paulista) e Zé Gatinha (Flamengo);
Gleyson (Comercial).
Técnico: Paulo Pereira (Primavera).


CONFIRA O RETROSPECTO DE CADA JOGADOR ESCOLHIDO:
Goleiro:
Felipe (Primavera) - O sistema defensivo sólido foi o ponto forte na campanha do Primavera rumo ao título do Campeonato Paulista da Segunda Divisão. Todo isso graças a um goleiro bastante experiente apesar da pouca idade. Com 22 anos e passagem pelas categorias de base de Sport e Santos, Felipe ou 'Garça' como foi apelidado pela torcida do Fantasma, foi crucial em diversos momentos do campeonato com suas defesas. O grande destaque ficou no jogo da classificação da terceira fase para às semifinais. Em um duelo direto com o Paulista, que também disputava vaga, o time de Indaiatuba só avançou a uma defesa de pênalti do goleiro, que manteve a equipe viva na oportunidade.
Léo Turbo - São José
Léo Turbo - São José
Lateral-direito:
Dener (Comercial) - Com apenas 17 anos de idade, Dener sem dúvidas foi a grande revelação do Campeonato Paulista da Segunda Divisão. Mesmo bastante jovem, o atleta participou de praticamente todos os jogos do Comercial nesse estadual, ao todo 28 jogos. Ele foi muito importante no setor defensivo do Bafo. Quando não atuava na lateral direita, sempre aparecia improvisado no lado aposto do campo. O importante era ajudar o técnico Pinho, independente da posição. Ajudou demais o time de Ribeirão Preto a chegar no acesso.
Zagueiro:
Gabriel Caran (Primavera) - Ao lado do goleiro Felipe, Gabriel Caran foi um exemplo de garra e perseverança no Primavera, desde a primeira fase até o último jogo da final. O zagueiro mostrou ser linha dura na defesa. Sem levar muitos cartões, o defensor foi preciso nos desarmes em diversas partidas desta campanha, tanto que sua equipe terminou com a melhor defesa da competição. Além disso, ele também apareceu como elemento surpresa no ataque, em um momento super importante para a equipe. Foi dele um dos gols marcados na classificação sobre a Inter de Bebedouro nas semifinais.
Zagueiro:
Hurtado (Itararé) - Sem dúvidas o Itararé foi a grande surpresa dos oito times que chegaram até a terceira fase do Campeonato Paulista da Segunda Divisão. Um dos grandes destaques do Caçula, foi o zagueiro Hurtado. Homem de referência no setor defensivo, ele ajudou demais a sua equipe a chegar onde chegou na competição. O defensor também fez três gols e também mostrou sua força como elemento surpresa no ataque, em jogadas de bola parada. Sem dúvidas, deve aparecer em um time de maior expressão em 2019.
Cuadrado - Paulista
Cuadrado - Paulista
Lateral-esquerdo:
Léo Turbo (São José) - Apesar de ser zagueiro de ofício, Léo Turbo apareceu algumas vezes para ajudar o São José na lateral-esquerda e foi muito bem. Até por conta disso, mereceu ganhar a vaga na Seleção FI nesta posição. Jogando no lado esquerdo do campo, ele fez quatro gols com a camisa do Águia do Vale, um deles no jogo de volta das semifinais contra o Comercial. Lembrando que o Bafo só passou de fase naquela oportunidade por que tinha a vantagem de jogar por dois empates.
Volante:
Radsley (Francana) - Apesar de atuar como volante, Radsley foi o artilheiro da Francana na disputa do Campeonato Paulista da Segunda Divisão. Com nove gols marcados, o volante mostrou eficiência tanto nos desarmes quanto nas armações de jogadas. Além é claro de ajudar demais o setor defensivo e o ofensivo com gols marcados em momentos importantes da campanha da Veterana.
Volante
Léo Prado (Inter de Bebedouro) - Desde o começo do Campeonato Paulista da Segunda Divisão, a Inter de Bebedouro despontou como um dos times favoritos para ficar com o título, tanto que chegou até a fase semifinal. Um dos destaques dessa bela campanha da equipe bebedourense, foi o volante Léo Prado. Ele foi o cérebro da equipe em muitos jogos, comandando as jogadas de defesa e ataque. Até por conta disso, mereceu representar o Lobo Vermelho na Seleção FI dos melhores do campeonato.
Gleyson - Comercial
Gleyson - Comercial
Meio-campista:
Matheus China (Comercial) - Ao lado de Gleyson, Matheus China foi o grande destaque do Comercial na disputa do Campeonato Paulista da Segunda Divisão. O meio-campista, de 22 anos, que teve passagens por Atibaia, Ferroviária - ambos nas categorias de base - e Taquaritinga, fez cinco gols no decorrer da competição. Um deles no segundo jogo da grande final, no qual colocou o Bafo com chances claras de ficar com o título, antes de levar uma surpreendente virada do Primavera. De qualquer forma, ele ajudou demais o Comercial a ficar com o acesso. Apesar disso, não deve ficar na equipe para 2019 e deve alçar voos maiores na carreira.
Meia-atacante:
Cuadrado (Paulista) - Com apenas 19 anos, Vanderson Silva Teles, ou melhor Cuadrado - isso mesmo com a grafia igual a do ídolo que joga na Juventus da Itália - o meio-campista do Paulista mereceu estar na Seleção FI. O jogador ganhou destaque no Galo por conta de sua versatilidade e ter boa chegada na defesa e no ataque. O jovem atleta ajudou a sua equipe a chegar até a terceira fase quando lutou até o último momento pela classificação, brigando contra o Primavera, que acabou se sagrando campeão posteriormente.
Meia-atacante:
Zé Gatinha (Flamengo) - O meia-atacante Zé Gatinha foi sem dúvidas o grande destaque na campanha do Flamengo e ajudou o Corvo a chegar até a terceira fase do Campeonato Paulista da Segunda Divisão. Até por conta disso, entrou por diversas vezes nas Seleções FI das rodadas da Segundona. O camisa 10 da equipe de Guarulhos marcou quatro gols durante a competição.
Paulo Pereira - Primavera
Paulo Pereira - Primavera
Atacante:
Gleyson (Comercial) - Sem dúvidas, o goleador Gleyson do Comercial não poderia estar de fora da Seleção FI da Segundona. Artilheiro isolado da competição com 18 gols em 30 jogos disputados, o atacante do Bafo fez gol de tudo quanto é jeito: perna esquerda, perna direita, de cabeça e por ai vai. Apesar de ter balançado as redes na fase final, o jogador foi de suma importância para o acesso do time de Ribeirão Preto e deve permanecer na equipe em 2019 para a disputa do Paulista A3.
Técnico:
Paulo Pereira (Primavera) -
O técnico do time campeão sempre merece estar na Seleção FI. Após chegar com pouco reconhecimento, surpreendeu a todos, montou um time jovem e forte, levando o Primavera ao terceiro título da história do clube. Sem falar do nó tático que o comandante deu no Comercial no segundo jogo da decisão. Outro treinador que merecer ser lembrado é Pinho. Com 73 anos de idade, foi nessa temporada o técnico com a idade mais avançada do Brasil. Após garantir o acesso do Comercial, ele irá passar alguns meses descansado e cuidado da saúde.
 
 
" />