Com 'Cebolinha', Seleção FI da 27ª rodada do Brasileirão aposta na juventude

Comandada por Felipão, o time dos 'melhores da rodada' vem escalado na formação: 4-3-3

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 01 (AFI) - A 27ª rodada do Campeonato Brasileiro foi emocionante e acabou com o Palmeiras como novo líder e um G4 totalmente reconfigurado em relação a rodada passada. A equipe alviverde derrotou o Cruzeiro, pelo placar de 3 a 1 no Pacaembu e contou com o empate do São Paulo com o Botafogo, por 2 a 2, para assumir a ponta.

Até por conta disso, a Seleção FI vem mais uma vez comandada por Felipão e recheada de bons jogadores. No gol, o destaque foi Saulo, goleiro do Botafogo, que fechou o gol no duelo contra o São Paulo. Já no setor ofensivo, é Everton 'Cebolinha' que comanda o ataque após marcar um gol de letra na vitória magra do Grêmio sobre o Fluminense, no Engenhão.

Com 'Cebolinha', Seleção FI da 27ª rodada do Brasileirão aposta na juventude
Com 'Cebolinha', Seleção FI da 27ª rodada do Brasileirão aposta na juventude

CONFIRA A SELEÇÃO DA 27ª RODADA DO FUTEBOL INTERIOR:
Saulo (Botafogo);
Emerson (Atlético-MG), Valdo (Ceará), Gustavo Gómez (Palmeiras) e Carlos Augusto (Corinthians);
Carlos Sánchez (Santos), Cazares (Atlético-MG) e Mateus Vital (Corinthians);
Leandro Damião (Internacional), Everton (Grêmio) e Maxi Lopes (Vasco).
Técnico: Felipão (Palmeiras).


CONFIRA A ATUAÇÃO DE CADA JOGADOR INDIVIDUALMENTE:
Goleiro: Saulo (Botafogo)

Provavelmente foi o grande vilão da rodada. Aos 48 minutos do segundo tempo fez uma das defesas mais espetaculares do final de semana, frente a frente com Diego Souza, quase na linha de pequena área, e conseguiu afastar para escanteio, assegurando o empate por 2 a 2 no estádio Nilton Santos. Durante o restante da partida trabalhou pouco, graças a inoperância do adversário, mas quando foi exigido apareceu muito bem.

Lateral: Emerson (Atlético-MG)
Foi muito bem na goleada incrível do Atlético-MG em cima do Sport, por 5 a 2. Em lançamento longo para a direita, ele dominou nas costas da marcação, dentro da grande área, ajeitou com a coxa e mandou no cantinho de Magrão. Voltou a atuar bem, mostrando porque tem sido titular de Thiago Laghi. Ainda foi muito defensivo no restante da partida.

Zagueiro: Valdo (Ceará)
Provavelmente o grande herói da vitória do Ceará em cima da Chapecoense por 3 a 1. Tirou um gol praticamente em cima da linha, em chute rasteiro de Bruno Silva, sem goleiro – Jandrei saiu da área para tentar cortar a bola. Pouco tempo depois, aproveitou um bate e rebate no ataque e mandou a bola para o fundo das redes, empatando a partida que mais tarde terminaria com a virada do time da casa.

Zagueiro: Gustavo Gómez (Palmeiras)
Recém-chegado, o zagueiro aos poucos cresce de produção e desponta como um grande concorrente a titular no time de Felipão. Apesar de estar escalado no ‘time reserva’, que vem disputando o Campeonato Brasileiro, ele tem muita disposição física e tempo de bola. Injustamente, por erro de arbitragem, fez um pênalti. Mas conseguiu se redimir com um belo em cobrança de pênalti no final da partida.

Carlos Sánchez está cada vez mais adaptado no Santos e marcou o gol da vitória neste final de semana
Carlos Sánchez está cada vez mais adaptado no Santos e marcou o gol da vitória neste final de semana

Lateral: Carlos Augusto (Corinthians)
Entrou como uma surpresa na escalação e simplesmente caiu nas graças da torcida. Na melhor partida do Corinthians na temporada, o empate por 0 a 0 com o América-MG, Carlos Augusto entrou com forte consistência defensiva, acertou muitos desarmes e passou a ser uma forte sombra para Danilo Avelar, que vem sendo muito criticado pela torcida. O jovem pode ser uma grande revelação do clube.

Volante: Carlos Sánchez (Santos)
Após um início conturbado no Santos por ser protagonista de uma punição que o clube sofreu na Conmebol que resultou na eliminação da Libertadores, Carlos Sánchez se mostra cada vez mais adaptado ao clube e, em especial, ao sistema tático de Cuca. O meio-campista foi mais uma vez o principal jogador do Peixe e converteu um pênalti no último minuto e deu a vitória para a equipe paulista, além de marcar o primeiro gol com a camisa do novo clube.

Meia: Cazares (Atlético-MG)
Melhor jogador do Atlético-MG na goleada em cima do Sport, por 5 a 2. Tanto que saiu de campo aplaudido pela torcida atleticana, quando foi substituído por Nathan no segundo tempo. Foi oportunista e marcou um belo gol contra Durval e depois acertou uma linda assistência para Ricardo Oliveira deixar a sua marca também.

Meia: Mateus Vital (Corinthians)
Outra promessa do Corinthians que conseguiu fazer uma boa partida em Belo Horizonte. Mateus Vital é a velocidade que faltava para o meio de campo corintiano, que vinha sendo muito pragmático desde o início da temporada. O jogador acerta o tom nas arrancadas e faz boa dobradinha com Jadson, pode ser uma alternativa muito viável para Jair Ventura no futuro próximo.

No fechamento da rodada, o Vasco ficou no empate com o Paraná por 1 a 1
No fechamento da rodada, o Vasco ficou no empate com o Paraná por 1 a 1

Atacante: Leandro Damião (Internacional)
Esteve apagado durante todo o primeiro tempo, assim como todo time colorado, mas artilheiro precisa de apenas um lance para balançar as redes do adversário. No início da etapa final, Leandro Damião foi no 2º andar para cabecear cruzamento de Edenilson e deixar tudo igual. Ganhou confiança e incomodou os adversários, mas cansou e precisou ser substituído.

Atacante: Everton (Grêmio)
O técnico Renato Gaúcho entrou em campo contra o Fluminense com um time todo praticamente reserva, mas recorreu a um titular para sair de campo com os três pontos. Everton entrou no segundo tempo e foi nítida a melhora do Grêmio. No último lance, o "Cebolinha" recebeu passe precisou de Thonny Anderson e marcou um dos gols mais bonitos do Brasileirão ao tocar de calcanhar na saída de Júlio César.

Atacante: Maxi Lopes (Vasco)
Mesmo jogando fora de casa e com um jogador a menos durante praticamente todo o segundo tempo, o Vasco conseguiu ficar no empate com o Paraná, por de 1 a 1, mesmo tendo saído atrás no placar. Um dos grandes responsáveis por esse bom resultado foi o atacante Maxi Lopes. Saiu dos pés dele as principais jogadas, chamou a responsabilidade e marcou de penalti o unico gol do time carioca.

Comandada por Felipão, o time dos 'melhores da rodada' vem escalado na formação: 4-3-3
Comandada por Felipão, o time dos 'melhores da rodada' vem escalado na formação: 4-3-3

Técnico: Felipão (Palmeiras)
Segue invicto com o Palmeiras. Vem construindo uma campanha sólida com o líder do campeonato e corre como favorito para levar a competição. Acertou na mão ao conter o ego do elenco e escalar um time alternativo no Campeonato Brasileiro, sem deixar nenhum jogador descontente com as mudanças. Mostra aos poucos o porque foi considerado por muitos anos um dos grandes treinadores da história do futebol brasileiro.