Seleção FI Brasileirão tem goleiro-artilheiro e volante do líder Internacional

O técnico escolhido para comandar a seleção é Odair Hellmann, do Colorado

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 06 (AFI) - A 23ª rodada do Campeonato Brasileiro chegou ao fim nesta quinta-feira com um novo líder. O Internacional derrotou o Flamengo por 2 a 1 e pulou para a primeira posição, graças à derrota do São Paulo por 1 a 0 para o Atlético-MG. Destaque também para o Palmeiras. Apontado por muitos como favorito, o Verdão só está a três pontos da ponta.

A Seleção FI do Brasileirão vem com goleiro-artilheiro Everson, destaque do Ceará na vitória para cima do Corinthians, meia do novo líder do campeonato: Rodrigo Dourado e com outros destaques da 23ª rodada.

O técnico escolhido foi Odair Hellmann, que tem feito um trabalho surpreendente no Internacional e assumiu a liderança do Brasileirão com o time gaúcho ao derrotar o Flamengo por 2 a 1.

Confira a Seleção FI da 23ª rodada do Brasileirão:

Goleiro: Éverson (Ceará)
Após algumas tentativas, Éverson finalmente fez seu primeiro gol na carreira. E o adversário não poderia ser outro. Revelado na base do São Paulo e fã de Rogério Ceni, o goleiro imitou o ídolo na última quarta-feira e com uma cobrança perfeita no ângulo de Walter abriu o caminho para a vitória do Ceará sobre o Corinthians, por 2 a 1. Não teve culpa no gol marcado por Roger.

(Foto: Pedro Chaves/FCF)
(Foto: Pedro Chaves/FCF)

Lateral-direito: Léo (Fluminense)
O Fluminense não fez uma boa partida, é verdade, mas mesmo assim Léo conseguiu se destacar apesar do empate sem gols diante do Vitória, em pleno Maracanã. Praticamente todas as jogadas de perigo aconteceram pelo lado direito. Em uma delas, o lateral bateu cruzado e por muito pouco Ayrton Lucas não apareceu para completar. Lá atrás, o jogador não teve dificuldades.

Zagueiro: Tiago (Bahia)
Um dos principais nomes do elenco do Bahia, Tiago segue fazendo atuações seguras na defesa. Nessa rodada, ainda foi além e marcou o segundo gol na vitória por 2 a 0 sobre o Sport. Foi fundamental no sistema defensivo, sendo o grande responsável por impedir que o Leão vazasse o gol defendido por Douglas.

Zagueiro: Pedro Geromel (Grêmio)
O capitão gremista foi, mais uma vez, o grande destaque do time gaúcho. Com cortes tanto pelo chão, quanto pelo alto, o defensor não permitiu que as investidas santistas tivessem efeito. Apesar de ter cometido um pênalti, que não foi marcado, em Rodrygo, Geronel foi o melhor do Grêmio em campo.

Lateral-Esquerdo: Carlinhos (América-MG)
Carlinhos foi o jogador mais perigos do América contra o Vasco. No primeiro tempo, ele marcou um belo gol pegando a sobra na entrada da área e ainda acertou o travessão com um lindo chute em cobrança de falta. Também foi seguro na defesa e ajudou bastante o time da casa quando o adversário partiu para o ataque.

Volante: Gregore (Bahia)
O volante foi um dos grandes nomes do Bahia na vitória por 2 a 0 sobre o Sport. Além de mostrar consistência na marcação para anular os principais articuladores do time adversário, ele ainda foi responsável pelo gol de abertura do placar, fazendo linda jogada e deixando Gilberto sozinho para completar para o gol.

Volante: Rodrigo Dourado (Internacional)
Fez uma partida praticamente perfeita contra o Flamengo. Com uma marcação impecável, não deu espaços para Everton Ribeiro e ainda contribuiu muito na saída de bola. De quebra, marcou o gol da vitória colorada logo depois do Mengão ter empatado através de Vitinho.

(Foto: Ivan Storti/Santos)
(Foto: Ivan Storti/Santos)

Meia: Luan (Atlético-MG)
Raçudo como sempre, o meia do Atlético se desdobrou para garantir a vitória por 1 a 0 contra o São Paulo. Ele foi um dos jogadores mais perigosos do Galo no ataque e ainda ajudou a conter os avanços de Reinaldo pela esquerda, com muita vontade e aplicação na marcação.

Atacante: Willian (Palmeiras)
Willian foi o principal destaque do Palmeiras na vitória por 2 a 0 para cima do Atlético Paranaense. O jogador estava sumido até que Deyverson entrou em campo. A partir daí, marcou um gol, deu passe para o camisa 16 tentar deixar o seu – Santos evitou – e sofreu o pênalti convertido por Moisés.

Atacante: Rafael Grampola (Paraná)
Apesar da fase delicada do Paraná, o centroavante Rafael Grampola fez sua parte no empate por 1 a 1 com a Chapecoense. Ele deu trabalho à defesa adversária durante toda a partida e marcou o gol do time da casa, o seu primeiro com a camisa do Tricolor Paranaense.

Atacante: Deyverson (Palmeiras)
Deyverson é outro cara sob o comando de Felipão. O atacante entrou no jogo diante do Atlético-PR e mudou o rumo pelo lado do Palmeiras. Foi dele a assistência para o gol de Willian e ainda desperdiçou uma grande oportunidade de deixar o seu. Mostrou muita raça e força de vontade. Hoje foi aplaudido pelos torcedores, com quem fez as pazes.

Técnico: Odair Hellmann (Internacional)
Odair Hellmann vem fazendo um trabalho brilhante no Internacional e mostrou toda a força do time na vitória por 2 a 1 para cima do Flamengo, em duelo direto pela liderança, que acabou caindo no colo colorado com a derrota do São Paulo por 1 a 0 diante do Atlético Mineiro. O comandante arrumou a defesa do time gaúcho e ao mesmo tempo montou um ataque eficiente: o resultado não poderia ser diferente.

 
 
" />