Ofensiva, Seleção FI da Série B adota o lema "Ousadia e Alegria"

Com um grande trabalho de recuperação no Goiás, Ney Franco é o comandante dos melhores da 14ª rodada

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 08 (AFI) - A briga pelo G4 do Campeonato Brasileiro da Série B pegou fogo após a realização da 14ª rodada - o jogo entre Sampaio Corrêa e Juventude foi adiado para o dia 17 de julho. O Fortaleza segue tranquilo na liderança apesar de ter perdido para a Ponte Preta, que encostou nos primeiros colocados, assim como Atlético-GO e Guarani.

A dupla catarinense - Avaí e Figueirense - tropeçaram e deixaram o G4, sendo ultrapassados por Coritiba e Vila Nova. O CSA completa o grupo de acesso na vice-liderança. Já a zona de rebaixamento não sofreu mudanças e segue sendo formada por CRB, Criciúma, Brasil de Pelotas e Boa Esporte.

O Portal Futebol Interior fez a Seleção da 14ª rodada sem contar com o jogo entre Sampaio Corrêa e Juventude. Sob o comando de Ney Franco, que vem realizando um grande trabalho no Goiás, os melhores chegam no esquema 4-3-3, com dois meias de ligação e apenas um volante.

A Ponte Preta venceu o Fortaleza no Moisés Lucarelli e entrou na briga por uma vaga no G4 (Foto: Fabio Leoni/Ponte Press)
A Ponte Preta venceu o Fortaleza no Moisés Lucarelli e entrou na briga por uma vaga no G4 (Foto: Fabio Leoni/Ponte Press)
A Seleção FI está assim: Wilson (Coritiba); Maguinho (Vila Nova), David Duarte (Goiás), Renan Fonseca (Ponte Preta) e Bruno Santos (Atlético-GO);Willian Oliveira (Guarani), Daniel Costa (CSA) e Leilson (CBR); Paulinho Moccelin (Londrina), Guilherme Parede (Coritiba) e André Luis (Ponte Preta). Técnico: Ney Franco (Goiás).


CONFIRA A SELEÇÃO FI

Goleiro: Wilson (Coritiba)

É um dos principais jogadores do Campeonato Brasileiro da Série B. Na vitória coxa-branca sobre o Paysandu, Wilson fez duas grandes defesas e ainda desestabilizou Thomaz na hora da cobrança do pênalti, tanto que o camisa 10 bicolor errou. Além disso, o goleiro deu o lançamento que originou o gol de Guilherme Parede.

Lateral-direito: Maguinho (Vila Nova)
Um dos principais destaques do Vila Nova, o lateral Maguinho foi importante mais uma vez na rodada. Apesar do empate em casa com o Londrina, ele foi uma das principais válvulas de escape e chegou com perigo ao ataque, inclusive arriscando o chute que resultaria no gol de Alan Mineiro.

Zagueiro: David Duarte (Goiás)
A vitória por 1 a 0 contra o Avaí, em pleno estádio da Ressacada, só foi possível graças a uma postura impecável da defesa goiana. David Duarte, ao lado de Edcarlos, comandou sua equipe e foi seguro tanto nas bolas pelo alto quanto nas disputas no mano a mano com os atacantes adversários.

Zagueiro: Renan Fonseca (Ponte Preta)

Algumas vezes criticado pelos torcedores, fez diante do Fortaleza uma das melhores - se não a melhor - partida com a camisa da Ponte Preta. Não perdeu praticamente nenhuma bola para Wilsone ganhou todas pelo alto. Além disso, foi seu o lançamento que originou o gol contra de Roger Carvalho logo no início do jogo.

O volante Willian Oliveira foi uma das novidades na escalação do Guarani e fez uma boa partida diante do Oeste
O volante Willian Oliveira foi uma das novidades na escalação do Guarani e fez uma boa partida diante do Oeste
Lateral-esquerdo: Bruno Santos (Atlético-GO)

É verdade que o Atlético-GO não fez uma boa apresentação no primeiro tempo e chegou a ser dominado pelo Boa Esporte, mas, assim como todo o time, Bruno Santos melhorou após o intervalo, sendo uma das armas do Dragão pelo lado esquerdo. Marcou o segundo gol rubronegro com um bonito chute de primeira.

Volante: Willian Oliveira (Guarani)

Foi uma das novidades do técnico Umberto Louzer na escalação em relação ao time que enfrentou o Boa Esporte. E deu conta do recado. Dominou o meio-campo na vitória bugrina diante do Oeste, fazendo uma boa dupla com Ricardinho. Os dois têm poder de marcação e qualidade para sair jogando.

Meia: Daniel Costa (CSA)

Depois de ficar no banco de reservas em algumas partidas, o camisa 10 parece ter reconquistado de vez a vaga entre os titulares após mais uma boa atuação diante do Brasil de Pelotas. Daniel Costa aproveitou passe de Rafinha e acertou um bonito chute para abrir o placar no Bento de Freitas.

Meia: Leilson (CRB)

Deixou o banco de reservas para garantir uma importante vitória ao CRB diante o São Bento, no Rei Pelé. Quando a noite parecia ser do goleiro Rodrigo Viana, Leilson aproveitou rebote da zaga, dominou no peito e soltou uma bomba no ângulo, sem chances para o camisa 1 adversário.

André Luis marcou seu quinto gol pela Ponte Preta e já é um dos artilheiros da Série B (Foto: Fabio Leoni/Ponte Press)
André Luis marcou seu quinto gol pela Ponte Preta e já é um dos artilheiros da Série B (Foto: Fabio Leoni/Ponte Press)
Atacante: Paulinho Moccelin (Londrina)

O Londrina perdia por 1 a 0 para o Vila Nova quando Paulinho Mocellin entrou na partida. E foi justamente ele que mudou o jogo. Com muita movimentação, o atacante infernizou a defesa adversária e ainda marcou o gol de empate, já aos 42 minutos do segundo tempo.

Atacante: Guilherme Parede (Coritiba)

Mais uma vez está presente na Seleção FI. Mas não tem como deixá-lo de fora. Contra o Paysandu, foi um dos melhores jogadores em campo e o responsável por abrir o placar. Ao receber lançamento de Wilson, Guilherme Parede fez grande jogada individual, deixou dois marcadores para trás e finalizou no cantinho. Ainda teve outras oportunidades de gol.

O técnico Ney Franco tirou o Goiás da zona de rebaixamento com muito trabalho
O técnico Ney Franco tirou o Goiás da zona de rebaixamento com muito trabalho
Atacante: André Luis (Ponte Preta)

No reencontro com a torcida, a Ponte Preta fez uma grande apresentação diante do líder Fortaleza e venceu por 2 a 0. Ao lado de Júnior Santos, André Luis infernizou os zagueiros tricolores e mostrou oportunismo para marcar o segundo gol da Macaca. São cinco na Série B.

Técnico: Ney Franco (Goiás)

O Goiás estava em situação crítica na Série B quando Ney Franco foi contratado para o lugar de Hélio dos Anjos. Com a chegada de reforços e muito trabalho, o experiente treinador tirou o Verdão da "lama" e o colocou na briga por uma vaga no G4. Sob seu comando, são dez jogos, sendo cinco vitórias, dois empates e três derrotas.

Destaque também para João Brigatti, que vem conquistando bons resultados e tem tudo para ser efetivado pela diretoria pontepretana. Neste domingo, a Macaca venceu o Fortaleza, por 2 a 0, no Moisés Lucarelli, e entrou de vez na briga pelo G4.

 
 
" />