Com técnico do Nacionáquina, Seleção FI da Série A2 concilia experiência e juventude

Com Emerson Mi, meia de 37 anos do Nacional, como camisa 10, time conta com atacante Bruninho, promessa do XV, que tem apenas 22

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 08 (AFI) - Escalada no 4-4-2, Seleção FI da 11ª rodada da Série A2 do Campeonato Paulista faz jus a inesquecível goleada do Nacional sobre o Penapolense, por 6 a 0, escalando dois destaques do tradicional clube da capital, além de trazer Tuca Guimarães no comando. Sinônimo de experiência, Emerson Mi é o camisa 10 e capitão do time, que tem a promessa Bruninho, do XV de Piracicaba no ataque. Ainda há espaço para o paredão do Oeste, William Menezes, e para uma dupla de meio de campo bugrina.

Tuca Guimarães deu vida nova ao Naça (Foto: Ale Vianna / Nacional)
Tuca Guimarães deu vida nova ao Naça (Foto: Ale Vianna / Nacional)

_______________________________________________________________________________________________________

William Menezes (Oeste);
Erik (Taubaté), Donato (Taubaté), Jorge Miguel (Votuporanguense) e Caio Mendes (Nacional);
Lídio (Oeste), Ricardinho (Guarani), Erik (Guarani) e Emerson Mi (Nacional);
Bruninho (XV de Piracicaba) e Bruno Xavier (Nacional)

Técnico - Tuca Guimarães (Nacional)

_______________________________________________________________________________________________________

Goleiro - William Menezes (Oeste)
Com, no mínimo, cinco defesas difíceis, o arqueiro foi um dos grandes responsáveis por colocar fim a sequência de cinco jogos sem vitória do Rubrão no estadual. Diante de um desesperado Audax, que luta para não ser rebaixado, o camisa 1 sofreu durante os 90 minutos, mas sempre se mostrou seguro. ______________________________________________________________________________________________________

Lateral-direito - Erik (Taubaté)
Promessa das categorias de base do Burrão, o jovem estreou na equipe profissional e não decepcionou. Meia-atacante de origem, ele foi responsável pela criação de diversas oportunidades de gol, entre elas, no tento marcado por Wellington Melo, que decretou a vitória sobre o Juventus.

______________________________________________________________________________________________________

Donato é sinônimo de marcação no Burrão (Foto: Rogério Marques / Taubaté)
Donato é sinônimo de marcação no Burrão (Foto: Rogério Marques / Taubaté)

Zagueiro - Donato (Taubaté)
Emprestado pelo Atlético-MG, ele foi o melhor em campo diante do Juventus. Firme na marcação, o zagueiro tem uma grande noção de posicionamento tático, se colocando sempre em condições de roubar a bola do adversário. Cometeu poucas faltas e correu durante os 90 minutos.
______________________________________________________________________________________________________

Jorge Miguel é um dos pilares da defesa do CAV (Foto: Rafael Nascimento / Votuporanguense)
Jorge Miguel é um dos pilares da defesa do CAV (Foto: Rafael Nascimento / Votuporanguense)


Zagueiro - Jorge Miguel (Votuporanguense)
Regular, o defensor vem realizando um grande estadual, apesar da campanha média feita pelo seu clube. Seguro na marcação, dificilmente ele fica em dificuldades diante dos atacantes adversários. Diante do Água Santa, ajudou principalmente nas recorrentes bolas áreas.
______________________________________________________________________________________________________

Lateral-esquerdo - Caio Mendes (Nacional)
Na maior goleada do estadual até aqui, o ala, a exemplo, de todos os seus companheiros, foram praticamente perfeitos diante do Penapolense. Na defesa, ele fechou bem a linha de marcação. No ataque, mostrou velocidade e boa técnica, arriscando, inclusive, alguns chutes a meta adversária.

_____________________________________________________________________________________________________

Volante - Lídio (Oeste)
O Oeste foi superior ao Audax na maior parte do tempo. Pressionou e criou diversas oportunidades. Muito disso se deveu ao volante, que, com boa saída de bola, deu dinâmica à equipe. No fim da etapa inicial, acabou fazendo o primeiro gol da partida, ao melhor estilo centroavante após aproveitar rebote de uma jogada aérea.

______________________________________________________________________________________________________

Ricardinho foi bem diante da Inter (Foto: Divulgação / Guarani)
Ricardinho foi bem diante da Inter (Foto: Divulgação / Guarani)

Volante - Ricardinho (Guarani)
Ao lado de Baraka, o camisa 7 tem se destacado pela segurança passada a defesa da equipe comandada por Umberto Louzer. Diante da Inter de Limeira, o volante correu muito, se doando a partida toda, até pelas dificuldades impostas pelo time de João Vallim. Com a bola no pé, não comprometeu, entendendo bem o tempo de jogo para acelerar o retardar a transição para o ataque.

______________________________________________________________________________________________________

Meia - Erik (Guarani)
Sem dúvidas um dos grandes responsáveis pela bela vitória do Guarani sobre a Inter de Limeira por 2 a 1, que manteve os campineiros vivos na briga pela liderança do Paulista A2, foi o meio-campista Erik. O jogador foi responsável por abrir o placar no Estádio Major Levir Sobinho, após tabelar com Bruno Nazário e bater na saída do goleiro. Além disso, Erik foi preciso nos desarmes no meio-campo e nos cruzamentos.
______________________________________________________________________________________________________

Aos 37, Emerson Mi comanda o meio do Naça (Foto: Ale Vianna / Nacional)
Aos 37, Emerson Mi comanda o meio do Naça (Foto: Ale Vianna / Nacional)

Meia - Emerson Mi (Nacional)
Ídolo do Naça, o meia parece um garoto em campo, no auge dos seus 37 anos. Diante do Penapolense, ele foi o toque de qualidade no meio de campo da equipe de Tuca Guimarães. Aos 20 da etapa inicial, quando seu time realizava uma verdadeira blitz para cima do desorientado CAP, ele aproveitou um vacilo para deixar a sua marca, em partida que terminou em 6 a 0 para o Nacional.
________________________________________________________________________________________________________________

Atacante - Bruninho (XV de Piracicaba)
Oriundo das categorias de base do clube, o atacante já havia marcado na vitória sobre o Votuporanguense, e voltou a ser decisivo diante do Batatais. Aos 12 minutos do primeiro tempo, Everton pressionou a saída de bola adversária, a bola ficou em Bruninho, que dominou e bateu no canto esquerdo do goleiro, fazendo o gol que deu a vitória do Nhô Quim.
_____________________________________________________________________________________________________

Bruno Xavier já marcou oito gols no estadual (Foto: Ale Vianna / Nacional)
Bruno Xavier já marcou oito gols no estadual (Foto: Ale Vianna / Nacional)

Atacante - Bruno Xavier (Nacional)

Letal, o camisa 11 do Naça marcou duas vezes na incontestável goleada por 6 a 0 sobre o Penapolense. Com os dois gols anotados, ele divide a artilharia da competição ao lado de Magrão, do Sertãozinho. Alto, o atacante concilia velocidade e boa técnica, sendo infernal para as defesas adversárias. Novamente, foi um dos expoentes do renascido time de Tuca Guimarães.

______________________________________________________________________________________________________

Técnico - Tuca Guimarães (Nacional)
Não bastasse ter aplicado a maior goleada do estadual até agora, a vitória sobre o Penapolense, por 6 a 0, rendeu uma vaga dentro do G4. Agora na terceira posição, o Nacional se mostra uma equipe extremamente organizada no sentido tático: um time em que todos os jogadores sabem exatamente aonde deve estar e o que devem fazer. Entretanto, o ânimo e a entrega dentro de campo é que tem chamado a atenção.

 
 
" />