Seleção FI do Brasileirão com esquadrão de volantes e goleiro de seleção

O escolhido para comandar a equipe é Renato Gaúcho, do Grêmio

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 14 (AFI) - A 7ª rodada do Campeonato Brasileiro chegou ao fim. O Corinthians segue na liderança isolada, com o Grêmio na cola. Coritiba e Chapecoense completam o G4. No clássico, o Santos levou a melhor para cima do Palmeiras. Enquanto no jogo entre Coxa e Bahia teve até cusparada.

O Portal Futebol Interior, então, definiu a seleção da rodada, com coro para Vanderlei ser convocado por Tite na Seleção Brasileira. O time é formado por um meio de campo recheado de volantes, mas que vêm jogando muita bola, caso de Renê Junior, Andrei Girotto, Bruno Silva e Jucilei.

O escolhido para comandar a equipe é ninguém menos do que Renato Gaúcho, que vem passando por todos os desafios e tem colocado o Grêmio na briga pelo título. Nesta quinta, o Tricolor passou pelo Fluminense no Maracanã.

Confira a Seleção FI da 7ª rodada:

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Goleiro: Vanderlei (Santos)

Se tem alguém responsável pela vitória do Santos diante do Palmeiras, esse é Vanderlei. O goleiro vem de uma sequência de boas exibições e mais uma vez só não fez chover na Vila Belmiro. O goleiro fez ao menos cinco grandes defesas, sendo um verdadeiro milagreiro nesta quarta-feira. Parece que alguém vem ganhando espaço para uma possível convocação à Seleção Brasileira.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Lateral: Edílson (Grêmio)
Edílson voltou a fazer um grande jogo com a camisa do Grêmio. Além de ter sido eficaz na bola parada - abriu o placar contra o Fluminense -, o jogador ajudou no ferrolho construído por Renato Gaúcho no sistema defensivo e ainda foi o responsável pelas melhores chances de ataque da equipe. Tem crescendo junto com o time.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Zagueiro: Balbuena (Corinthians)
Ao lado de Pablo, forma uma das zagas mais seguras - se não a mais - do futebol brasileiro neste momento. Neutralizou bem o argentino Ábila e ainda apareceu lá na frente para garantir mais três pontos ao líder Corinthians. Nos minutos finais do primeiro tempo, ganhou pelo alto e cabeceou no cantinho de Fábio, que nada pôde fazer. O sistema defensivo é a principal arma do Timão, invicto há quase três meses.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Zagueiro: Réver (Flamengo)
Entrou para a história rubro-negra ao marcar o primeiro gol do Estádio Ilha do Urubu. Na última quarta-feira, contra a Ponte Preta, aproveitou escanteio cobrado por Diego e foi no 2º andar para cabecear firme, abrindo o placar. O tento também trouxe mais tranquilidade ao Flamengo, que matou o jogo depois do intervalo. Lá atrás, Réver foi seguro e não deu espaços para Lucca, um dos artilheiros do Brasileirão.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Lateral-esquerdo: Sidcley (Atlético-PR)
O lateral do Furacão estava em um dia inspirado para enfrentar o Atlético-MG. Além de ter sido o jogador que mais roubou bolas em toda a partida, Sidcley subiu muito bem ao ataque durante os 90 minutos e acabou premiado com o gol da vitória, aos 44 do segundo tempo. O lateral aproveitou vacilo da zaga para marcar o gol da vitória do Furacão.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Volante: Bruno Silva (Botafogo)
Importante desde que chegou ao Botafogo, o volante vem aparecendo mais ofensivamente do que na marcação. Foi assim contra o Vitória, nesta quarta-feira, sendo o autor dos dois gols do time carioca na partida. Não fosse o volante, o Fogão deixaria Salvador com uma derrota.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Volante: Jucilei (São Paulo)
Vem sendo o 'carregador de pianos' do time formado pelo técnico Rogério Ceni. Novamente, fez uma grande partida, desta vez no empate sem gols diante do Sport, na Ilha do Retiro. Com boa saída de bola, Jucilei ajuda na armação e também na proteção aos defensores, sendo responsáveis por muitas roubadas de bola. É o cara que dá tranquilidade para os demais jogadores trabalharem.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Volante: Andrei Girotto (Chapecoense)
O volante tem sido um dos principais jogadores da Chapecoense neste na de reconstrução. Na partida contra o Vasco, marcou seu sexto gol com a camisa da Chape e abriu caminho para a vitória por 2 a 1 na Arena Condá. O Verdão do Oeste vem dando trabalho para muitos clubes no Campeonato Brasileiro.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Volante: Renê Júnior (Bahia)
Arriscou algumas subidas contra o Coritiba, mas se destacou mesmo por conta da disciplina tática e do papel desempenhado na defesa. Assim como todo o time tricolor, Renê Junior marcou muito bem e soube segurar as investidas do rival. Foi muito bem nas roubadas de bola. Ponto forte da equipe tricolor.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Atacante: Everaldo (Atlético-GO)
Com dois gols de pênalti, o atacante garantiu a vitória do Atlético-GO sobre o Avaí e mantém a boa fase, apesar da situação delicada do Dragão na tabela. Enquanto Walter, a principal contratação do clube, não consegue se firmar, Everaldo está mostrando que pode ser o homem-gol do Atlético.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Atacante: Leandro Damião (Flamengo)
Damião aproveitou bem a ausência de Paolo Guerrero, que está servindo a seleção peruana. Depois de um gol de bicicleta na última rodada, o atacante voltou a marcar e foi um dos destaques da vitória por 2 a 0 sobre a Ponte Preta na estreia do Flamengo em sua nova casa, o Estádio Luso-Brasileiro.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Técnico: Renato Gaúcho (Grêmio)
Tem demonstrado na prática ser capaz de se tornar um grande campeão na carreira de técnico. O Grêmio tem mostrado qualidade, padrão de jogo e tem conquistado vitórias importantes, como esta diante do Fluminense, por 2 a 0, quinta-feira, no Maracanã. Ele também se mostra bem mais amadurecido e consegue transmitir segurança e serenidade, desde que não seja provocado.

Por conta disso tudo, O Grêmio continua na cola do líder e invicto Corinthians, mesmo tendo preocupações com sua presença na Copa Libertadores da América. Tudo parece bem sob o controle do ‘professor’ Renato Gaúcho.