Após marcar 2 gols, Firmino tentará 'obedecer Tite' e ficar sempre na área

No clube inglês o homem de área é Salah, o que obriga Firmino a muitas vezes aparecer no meio, buscando jogo

por Agência Estado

São Paulo, SP, 10 - Roberto Firmino tem uma dura missão na seleção brasileira: abrir mão de sua vontade de também ajudar a armar o jogo para não "desobedecer" o técnico Tite. Autor de dois gols na vitória sobre a Bolívia, por 5 a 0, em São Paulo, pelas Eliminatórias, ele tem a recomendação de ficar o tempo todo perto da área. E tentará se fixar como o centroavante.

Tite quer transformar Firmino no goleador da seleção brasileira. A ordem é para ele ficar o mais próximo da área, sem obrigação de voltar para buscar o jogo, como faz no Liverpool. E qual atacante não gosta de ficar apenas esperando a bola para empurrar para as redes? A grande maioria, mas Firmino parece não se enquadrar nela.

Após marcar 2 gols, Firmino tentará 'obedecer Tite' e ficar sempre na área
Após marcar 2 gols, Firmino tentará 'obedecer Tite' e ficar sempre na área
No clube inglês o homem de área é Salah, o que obriga Firmino a muitas vezes aparecer no meio, buscando jogo e dando assistências. Ele garante que adora as duas funções, mas vai procurar seguir à risca as recomendações de Tite.

"O Tite fez, sim, esse pequeno ajuste (de deixá-lo fixo na frente). Gosto de ficar perto da área também", afirmou, reconhecendo, porém, que por instinto acaba esquecendo da função e recuando. "No Liverpool eu volto um pouco mais, gosto de estar envolvido com o jogo e ajudando com assistências. A meta é dar o meu melhor, sempre."

No novo esquema de Tite a marcação é alta, com muitos jogadores pressionando a saída adversária. Laterais, volantes, meias e até os pontas. Caso haja a roubada de bola, o técnico quer alguém preparado para recebê-la em condições de marcar o gol. Esse cara é Firmino.

"Estou muito feliz com o primeiro passo, o primeiro degrau que subimos. Quero sempre ajudar, não importa a posição. Gosto de dar assistências, mas também marcando os gols. Fico feliz por isso", enfatizou.

VOANDO
Aos 29 anos, o campeão mundial com o Liverpool garante viver o melhor momento da carreira. Firmino foi quem fez o gol do título em cima do Flamengo. E ele espera consolidar a boa fase ajudando a levar a seleção para a Copa do Mundo do Catar.

Nada, porém, de se "achar" garantido no grupo. Pés no chão, ele sabe que a concorrência para ser o 9 é grande e ele prega respeito para com os companheiros "concorrentes" Gabriel Jesus e Richarlison na atualidade, com Gabriel Barbosa correndo por fora. "Precisamos fazer o melhor nos clubes para estar vindo mais vezes aqui (na seleção). É seguir trabalhando e sonhando (com a Copa)."

Sobre o Peru, adversário de terça-feira, em Lima, Firmino prega respeito total. "O Peru é uma seleção perigosa. Já jogamos com eles na final da Copa América e mostraram potencial de irem até a decisão. Tem jogadores bons e esperamos um jogo difícil", salientou, sobre o rival da segunda rodada das Eliminatórias. "Mas temos de dar o nosso melhor para buscar a vitória."