Por causa da greve geral, estádio do Morumbi será aberto 4 horas antes do jogo

Ingressos estão esgotados e são esperadas mais de 67 mil pessoas, portanto o fluxo será grande

por Agência Estado

São Paulo, SP, 4 - Por causa da greve geral convocada por sindicatos para esta sexta-feira, os organizadores da Copa América pedem que os torcedores cheguem cedo ao Morumbi. Os portões do estádio em São Paulo serão abertos a partir das 17h30, quatro horas antes do início da partida da seleção brasileira contra a Bolívia. Os ingressos estão esgotados e são esperadas mais de 67 mil pessoas.

A estação de metrô mais próxima do estádio é a São Paulo-Morumbi, que ficará aberta até à 1 hora da madrugada deste sábado. Como a Linha 4-Amarela é operada pela ViaQuatro, e não pelo Governo do Estado, a expectativa é de que o serviço não seja afetado por uma possível paralisação de metroviários.

Mesmo assim, haverá reforço de quatro vezes do efetivo de segurança e a frota de trens na Linha 4-Amarela será ampliada. A previsão é de que na saída do jogo o intervalo entre as composições seja de três minutos.

Foto: Lucas Figueiredo / CBF
Foto: Lucas Figueiredo / CBF
ATIRADORES DE ELITE
Foram destacados 3.016 agentes de segurança e 754 viaturas para atuar na partida. Uma equipe de atiradores de elite ficará posicionada nos refletores do Morumbi para fazer a segurança do presidente Jair Bolsonaro, que acompanhará o jogo das tribunas do estádio. O emir do Catar, Tamim bin Hamad al Thani, também confirmou presença na partida.

Dezenas de ruas e avenidas no entorno do Morumbi terão acesso restrito. Os bloqueios começarão até cinco horas antes do início da partida e só será permitido a entrada de torcedores com ingressos, profissionais credenciados e moradores e comerciantes que estejam localizados no perímetro restrito.

Para acessar as ruas restritas, o morador ou os comerciantes deverão apresentar comprovante de endereço e documento pessoal.