Cristiane atinge marca pela seleção e vê 'vitória pessoal' após superar depressão

Ela deixou Sissi, com sete, para trás, e agora só está atrás de Marta, que tem 15

por Agência Estado

Campinas, SP, 09 - Autora dos três gols da seleção brasileira na vitória por 3 a 0 sobre a Jamaica, neste domingo, em Grenoble, na França, na estreia no Mundial Feminino, Cristiane se isolou como terceira maior goleadora da equipe nacional na história da competição, com dez bolas na rede. Ela deixou Sissi, com sete, para trás, e agora só está atrás de Marta, que tem 15 e só não jogou contra as jamaicanas por estar se recuperando de lesão.

E Cristiane fez esse ótima estreia pelo Brasil neste Mundial depois de ter passado por momentos difíceis em sua carreira, sendo que enfrentou até uma depressão depois de se lesionar durante a disputa dos Jogos Olímpicos do Rio, em 2016.

Cristiane atinge marca pela seleção e vê 'vitória pessoal' após superar depressão
Cristiane atinge marca pela seleção e vê 'vitória pessoal' após superar depressão

"Era uma dúvida também se eu conseguiria me recuperar para a Copa do Mundo. Acho que é uma vitória pessoal muito grande por tudo que passei. Estou explodindo de felicidade. Hoje foi momento de volta por cima. Poder ajudar as meninas é o mais importante", comemorou a jogadora de 34 anos, que participa na França do seu sexto Mundial.

VOOU EM CAMPO
Graças aos gols de Cristiane, o Brasil também encerrou neste domingo um jejum de nove partidas sem vitórias, sendo que nesta série o time dirigido por Vadão amargou nove derrotas consecutivas.

"Viemos de derrotas, de desconfiança. É um recomeço, e fui abençoada. Estou feliz demais de poder representar todas as meninas que estão no Brasil sonhando. Orgulho e alegria muito grandes", destacou a jogadora.

A goleira Bárbara foi outra que exaltou o peso deste triunfo sobre as jamaicanas. "Essa vitória foi primordial pra gente, até mesmo para dar um ânimo, levantar a nossa confiança. Estamos trabalhando bastante nesse período de preparação para a Copa (do Mundo), e foi primordial para que a gente chegasse aqui e conseguisse executar tudo o que a gente treinou", disse a atleta.

O Brasil integra o Grupo C do Mundial e o seu próximo jogo na competição será contra a Austrália, na quinta-feira, às 13 horas (de Brasília), em Montpellier.