Fifa exalta renovação da seleção brasileira e elogia novidades de Tite

A entidade exaltou o elenco mantido por Tite para os amistosos em comparação com o grupo de 23 atletas convocados para a Copa

por Agência Estado

Campinas, SP, 06 - A renovação da seleção brasileira após o fracasso nas quartas de final da Copa do Mundo da Rússia está chamando a atenção da entidade máxima do futebol. Nesta quinta-feira, a Fifa exaltou o grupo convocado pelo técnico Tite para os amistosos dos próximos dias, contra Estados Unidos e El Salvador, ambos em solo norte-americano.

O site oficial da entidade elogiou o processo iniciado pelo treinador mantido no cargo para o próximo ciclo da Copa do Mundo de 2022, no Catar. O insucesso diante da Bélgica "a nove dias da final no estádio Luzhniki" foi lembrado pela Fifa, que, no entanto, ressalta que "há razão para ter otimismo" daqui para frente.

A entidade exaltou o elenco mantido por Tite para os amistosos em comparação com o grupo de 23 atletas convocados para ir à Rússia, citando principalmente os já conhecidos Alisson, Ederson, Marquinhos, Casemiro, Fred, Philippe Coutinho e Neymar, todos entre 24 e 26 anos, além de Gabriel Jesus, de 21, como líderes do grupo que inicia a corrida rumo ao Catar.

Fifa exalta renovação da seleção brasileira e elogia novidades de Tite
Fifa exalta renovação da seleção brasileira e elogia novidades de Tite
NOVIDADES
Além disso, a entidade realizou um breve perfil de cinco nomes que estão dentre as novidades do técnico do Brasil para esta data Fifa: Arthur, Andreas Pereira, Lucas Paquetá, Richarlison (que substituiu a Pedro, lesionado) e Everton.

O volante do Barcelona, inclusive, foi o que ganhou os melhores elogios: a entidade lembrou as falas de Lionel Messi e Ernesto Valverde, capitão e técnico do time catalão. "Ele realmente me surpreendeu", disse o jogador argentino. "Ele é inteligente, muito confortável com a posse de bola, e grande passador. Ele nos lembra de Xavi", afirmou o treinador.

Já sobre Andreas Pereira, a Fifa ressaltou uma opinião de Junior, ex-jogador da seleção e comentarista de TV, que identificava um problema no meio-campo do time que foi à Copa. "As seleções semifinalistas têm um jogador na meia central que conseguem receber a bola na defesa e carregá-la, fazer passes. O Brasil não tem esse jogador", afirmou o ex-lateral, seguido da pergunta da entidade: "Será que Pereira é a solução para essa falha?".

Richarlison, por sua vez, foi lembrado como um grande amigo de Pedro - que foi cortado por uma lesão no joelho sofrida na semana passada. O ex-atacante do Fluminense foi elogiado pela sua temporada no Watford e pelo valor de sua transferência ao Everton e seus três gols marcados nas primeiras partidas pelo clube azul de Liverpool.

TÃO COM MORAL
Outros dois elogiados foram os dois atletas que atuam no futebol brasileiro, Lucas Paquetá, do Flamengo, e Everton, do Grêmio. O primeiro foi comparado a um "jogador de videogame" e de habilidade de "showman", comparado a Djalminha, Denílson, Ronaldinho Gaúcho e Neymar. O segundo, por sua vez, teve exaltado o seu faro de gol durante o Mundial de Clubes de 2017 pelo time gaúcho e os dez gols marcados nas suas últimas 18 partidas.

Com os cinco atletas no elenco - e alguns deles provavelmente no time titular -, a seleção brasileira enfrenta os Estados Unidos nesta sexta-feira, em New Jersey, e El Salvador, na terça-feira, em Washington.

 
 
" />