Ídolo do São Paulo vai ao CT e protesta: "Time pipoqueiro"

Clube paulista foi derrotado pelo lanterna e rebaixado Botafogo na penúltima rodada

por Agência Futebol Interior

São Paulo, SP, 23 (AFI) - O novo normal dos ex-jogadores-comentaristas é assumir o time do coração e dar showzinho na TV. Foi isso que fez o ex-atacante Müller, ídolo do São Paulo. Ele foi até o CT do clube nesta terça-feira e fez um protesto simbólico, mas com uma provocação forte.

"Time pipoqueiro", escreveu o comentarista da TV Gazeta. "Vergonha", estava escrito no outro cartaz.

Tudo começou antes mesmo da surpreendente derrota do São Paulo, por 1 a 0, para o lanterna e rebaixado Botafogo pela 37ª rodada do Brasileirão. Antes da bola rolar, Müller desdenhou:

Müller protesta no CT do São Paulo. (Foto: Reprodução)
Müller protesta no CT do São Paulo. (Foto: Reprodução)

"Se o São Paulo empatar com o Botafogo, eu vou protestar em frente ao estádio", disse ele no Mesa Redonda.

ÍDOLO!

Müller é ídolo do São Paulo, tendo sido campeão da Libertadores e do Mundial, além de outras conquistas. Hoje, o Tricolor luta pelo G4 do Brasileirão. O clube paulista está em quarto lugar com 63 pontos.

"O São Paulo é um time desfigurado. Todas as eliminações são um fracasso, uma vergonha. A goleada para o Bragantino, que é um time pequeno. Os maiores vexames do São Paulo nessa temporada", completou Müller.