Volpi assume falha em derrota do São Paulo e torcida faz protesto no Morumbi

Torcedores perderam a paciência com o time após a nova derrota em casa

por Agência Estado

São Paulo, SP 10 (AFI) - O goleiro Tiago Volpi assumiu a responsabilidade pela falha no lance que originou o gol do Athletico-PR e a derrota do São Paulo por 1 a 0, neste domingo, no Morumbi, pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro.

No lance, que aconteceu aos 44 minutos do segundo tempo, Marcelo Cirino arriscou um chute de fora da área, o goleiro são-paulino caiu para fazer a defesa no canto direito, mas a bola tocou na sua mão esquerda e foi parar nas redes.

Volpi falhou no gol do Furacão
Volpi falhou no gol do Furacão

"Ninguém vem com a intenção de errar. Assumo a responsabilidade. Completamente minha. Fui tentar segurar a bola, mas acabou passando. Acabamos perdendo por esse lance. O esporte é coletivo, mas em uma individualidade minha saímos perdendo", disse Volpi em entrevista à TV Globo, ainda no gramado do Morumbi.

TORCIDA NA BRONCA
E a torcida do São Paulo perdeu a paciência com o time após a nova derrota em casa, onde na última quinta-feira a equipe havia sido superado por 2 a 0 pelo Fluminense. Assim que a partida terminou neste domingo, a torcida vaiou o time das arquibancadas.

Em seguida, cerca de cem torcedores se posicionaram em frente a um dos portões de acesso ao estádio para criticar e até ameaçar os jogadores, aos gritos de "salário em dia e surra atrasada" e "não é mole não, se não tem raça vai sair de camburão" .

Nem mesmo o ídolo e diretor executivo de futebol Raí foi poupado. Ele foi alvo de gritos de "Raí, pede para sair". Jogadores experientes como Daniel Alves, Hernanes e Alexandre Pato também foram criticados pelos torcedores no protesto.

A Polícia Militar reforçou a segurança no local e, até o momento, nenhum incidente mais grave foi relatado pelas autoridades.