Em reencontro de Diniz com o Fluminense, São Paulo busca vitória para seguir no G-4

Em quarto lugar, Tricolor Paulista tem apenas dois pontos de vantagem em relação ao Grêmio, quinto

por Agência Estado

São Paulo, SP, 07 - Fernando Diniz completará dez jogos no comando do São Paulo nesta quinta-feira, às 19h30, no estádio do Morumbi, no reencontro do treinador com o Fluminense, seu ex-clube.

O profissional foi demitido do Flu no dia 19 de agosto, após a 15ª rodada do Brasileirão. Ele deixou a equipe na zona de rebaixamento.

CUTUCADA

Na última segunda, sua passagem pelo clube carioca foi lembrada de forma negativa pelo vice-presidente do Flu, Celso Barros.

"Após o jogo de sábado contra o Vasco (0 a 0), o Fluminense completou 30 jogos no Campeonato Brasileiro. Nos primeiros 15 jogos sob o comando de Fernando Diniz tivemos um aproveitamento de 27%. Sob o comando de Oswaldo de Oliveira e Marcão esse número subiu para 42%", escreveu Barros, nas redes sociais.

Três vitórias em quatro jogos: São Paulo vive alta no Brasileiro - Rubens Chiri / saopaulofc.net
Três vitórias em quatro jogos: São Paulo vive alta no Brasileiro

"Se durante todo o campeonato tivéssemos esse índice, o Flu hoje não estaria na zona de rebaixamento. Certamente estamos sendo muito impactados pela campanha ruim que tivemos nos nossos primeiros 15 jogos", emendou.

NÚMEROS

Pelo São Paulo, Diniz tem um aproveitamento de quase 63%. Nos nove jogos até agora, foram cinco vitórias, dois empates e duas derrotas.

A equipe subiu para o quarto lugar na tabela e busca se manter na zona de classificação para a fase de grupos da Copa Libertadores de 2020.

Com Diniz, o São Paulo está com 100% de aproveitamento como mandante: venceu os quatro jogos que fez em casa. O treinador foi contratado no dia 26 de setembro, após o pedido de demissão de Cuca.

QUEM JOGA?

Para o duelo desta quinta, Igor Gomes cumprirá suspensão e deve ser substituído por Hernanes ou por Liziero.

Daniel Alves será mantido na lateral-direita e o meio-campo terá mais uma vez Jucilei entre os titulares.

No ataque, caso Pablo não seja escolhido, a tendência é de que Raniel permaneça na equipe. Assim, Alexandre Pato continuaria no banco de reservas.