Cuca reconhece superioridade do Vasco sobre e critica expulsão de Raniel

Treinador disse que São Paulo teria dificuldades para impedir derrota, mesmo se tivesse atuado com onze jogadores

por Agência Estado

São Paulo, SP, 25 - O técnico Cuca admitiu que o São Paulo não fez uma boa partida e reconheceu a superioridade do Vasco na derrota por 2 a 0, neste domingo, em São Januário. Atuando com dez jogadores desde o fim do primeiro tempo, depois que o atacante Raniel foi expulso com a intervenção do VAR, o São Paulo não conseguiu segurar o resultado.

Na análise de Cuca, o clube carioca foi superior ao São Paulo e, mesmo se tivesse atuado com onze jogadores, teria dificuldades para impedir derrota. "A volúpia com que o Vasco entrou no começo nos trouxe alguns problemas até entender a partida. Perdemos um jogador com meia hora de jogo, lógico que vamos sentir. Acho que o Vasco ia vencer no onze contra onze pelo que estava apresentando durante o jogo, se a gente não mudasse de atitude. Uma coisa é a expulsão, que foi equivocada, outra é o resultado do Vasco, que foi merecido."

ELOGIOS A LUXA
Cuca aproveitou para elogiar a estratégia do Vasco, comandado por Vanderlei Luxemburgo. Desde o primeiro tempo, o clube carioca optou por marcar o São Paulo em seu campo de ataque.

"Vanderlei fez um trabalho muito bom. O Vasco jogou como antigamente, a gente vinha jogar aqui e tinha muita dificuldade, porque houve uma fusão da arquibancada com campo. Fizeram um jogo com ímpeto volumoso. Tivemos dificuldade nisso, foi merecida a vitória do Vasco", completou.

Foto: Divulgação / SPFC
Foto: Divulgação / SPFC
RECLAMAÇÕES
Cuca e os jogadores do São Paulo reclamaram da expulsão do atacante Raniel. O lance polêmico aconteceu aos 35 minutos do primeiro tempo. Na jogada, o jogador são-paulino acertou a chuteira na cabeça do vascaíno Richard. O árbitro de campo, Anderson Daronco, foi chamado pelo VAR e, durante três minutos, analisou a imagem e conversou com seus pares de monitor até decidir pela expulsão.

"Falei (ao árbitro) que era uma loucura expulsar o jogador por aquela jogada. Não sei quem estava lá em cima no VAR, não tem cabimento. Mas não foi esse o motivo que perdemos. Mesmo com onze em campo o Vasco já estava merecendo", disse Cuca.

"Perdemos um jogador com meia hora de jogo, lógico que vai sentir. No fim vai te fazer uma falta ou outra. Penso que não era lance para expulsão de forma alguma porque ele está na frente. Quando a bola vem ele tenta dominar a bola. Penso que, quando muito, era lance para cartão amarelo. Uma coisa é a expulsão, que foi equivocada, outra é o resultado do Vasco, que foi merecido", completou.

EXAGEROU?
Na visão do zagueiro Anderson Martins, os árbitros de vídeo e no gramado foram rigorosos com a expulsão de Raniel. "Acho que o Daronco foi um pouco rigoroso no lance. Infelizmente com um a menos dificultou o trabalho."