Discreto, Luan é peça fundamental na recuperação do São Paulo

O jovem volante virou titular com Diego Aguirre no Campeonato Brasileiro

por Agência Estado

São Paulo, SP, 17 - Figura menos badalada entre as revelações que ajudaram o São Paulo a chegar à final do Campeonato Paulista, o volante Luan também tem funções importantes. Ele é o protetor da zaga, aquele responsável pela marcação dos meias adversários. O bom desempenho da defesa, que não sofreu gols nos últimos três jogos, tem participação direta de Luan, que será titular na final de domingo contra o Corinthians, no Itaquerão.

"O São Paulo não fez uma boa campanha só pelos garotos. Os mais experientes deram suporte para a gente jogar."

Curiosamente, o marcador de 19 anos representa o papel do volante à moda antiga: aquele carrapato que fecha os espaços, rouba a bola e toca de lado. Ele faz as mesmas funções que o corintiano Ralf e o palmeirense Felipe Melo, por exemplo. A comissão técnica estimula que ele se aproxime mais da área do adversário quando o time estiver atacando. No empate diante do Corinthians, por exemplo, acertou um chute que passou raspando a trave de Cássio.

Luan vem sendo um dos destaques do São Paulo
Luan vem sendo um dos destaques do São Paulo
EXEMPLOS
A trajetória é semelhante à de Igor Gomes, Antony e Liziero. Luan estreou no time profissional na vitória sobre o Corinthians por 3 a 1 no Campeonato Brasileiro de 2018. Antes do jogo, o meia Diego Souza, hoje no Botafogo, deu um conselho simples. Disse que ele não precisava fazer a melhor partida de sua vida; bastava fazer o que realizava nos treinos.

O jovem volante virou titular com Diego Aguirre no Brasileirão. Somou sete jogos sem perder até sofrer uma entorse no tornozelo que interrompeu sua ascensão no final do ano passado. Neste ano, ele foi convocado para o Sul-Americano sub-20. O grande poder de marcação e o sentido de cobertura não impediram uma campanha ruim da seleção brasileira, que ficou fora da zona de classificação para o Mundial.