Paulistão: São Paulo recebe Ferroviária e mira 2ª vitória seguida para evitar riscos

Para o treinador, o São Paulo precisa entrar focado, mas ele mostra otimismo para o duelo

por Agência Estado

São Paulo, SP, 09 - Em meio à saída de jogadores, o São Paulo recebe a Ferroviária neste sábado, às 21 horas, em busca da segunda vitória seguida no Campeonato Paulista. O time disputa a classificação no Grupo D com Oeste e Ituano e sabe que não pode bobear para não correr risco de ficar fora do mata-mata do Estadual.

O duelo acabou sendo transferido para o estádio do Pacaembu, pois o Morumbi ainda não tem condições de receber um jogo após ser atingido por um alagamento devido às chuvas na cidade de São Paulo na última semana. Mas como mandante, o time quer somar os três pontos para não ter dificuldade em se classificar.

O técnico Vagner Mancini não poderá contar com Diego Souza, que se transferiu ao Botafogo por empréstimo, Araruna, que foi para o Fortaleza, além de Nenê, Jonatan Gómez, Liziero, Everton, Reinaldo e Biro Biro, todos ausentes por lesão ou questões físicas. Com isso, ele deve manter o mesmo time que iniciou jogando na vitória diante do Bragantino por 2 a 0.

Para o treinador, o São Paulo precisa entrar focado, mas ele mostra otimismo para o duelo. "A Ferroviária tem um time bem armado, que joga e coloca a bola no chão, diferentemente do que enfrentamos em Bragança Paulista no último domingo. E talvez tenhamos uma dificuldade diferente, mas o São Paulo está bem preparado para encarar esta partida", disse.

Mancini teve uma semana cheia para treinar o time e aproveitou para aprimorar o esquema tático com três zagueiros, que também pode mudar para dois em uma linha de quatro, como fez no segundo tempo da última partida. "A semana foi muito proveitosa. Além de corrigir aspectos táticos defensivos e ofensivos, fizemos uma boa leitura dos jogos anteriores para corrigir algumas coisas", explicou, na expectativa de conquistar mais uma vitória no Paulistão.

Na briga por uma vaga nas quartas de final do Paulistão, a Ferroviária tem uma missão complicada neste sábado. Há quatro jogos sem vencer, o time comandado por Vinícius Munhoz soma 13 pontos, na vice-liderança do Grupo C, atrás do Corinthians, com 14. Agora precisa segurar o São Paulo no Pacaembu.

Pelas circunstâncias, um empate seria um bom resultado nesta altura da competição.

"Um empate fora sempre deve ser valorizado, ainda mais contra um time poderoso com o São Paulo. Mas no futebol é necessário ter ambição e sempre a vontade de vencer" - comenta Munhoz.

Segundo o treinador, o jogo coletivo e a qualidade individual dos jogadores de frente como as principais qualidades do time da capital. "O São Paulo conta com jogadores de qualidade. Vinha com dificuldades em termos de resultado, mas venceu o Bragantino (2 a 0) e isso cria uma mobilização maior. Eu colocaria o jogo coletivo e a individualidade dos jogadores, principalmente do meio para frente, como pontos que vamos trabalhar", apontou.

Tudo indica que Vinícius Munhoz vai manter o mesmo time que empatou com o Guarani, por 1 a 1, em Campinas na última rodada, apesar de ter três reforços à sua disposição. O lateral-direito Alisson e o lateral-esquerdo Julinho foram liberados pelo departamento médico, enquanto o volante Rodrigo Celeste foi regularizado.