Vagner Mancini assume a coordenação técnica de futebol do São Paulo

O ex-treinador trabalhará diretamente com a diretoria e com a comissão técnica tricolor

por Agência Futebol Interior

São Paulo, SP, 02 (AFI) - O São Paulo definiu nesta quarta-feira a contratação de Vagner Mancini como coordenador técnico de futebol do clube. O ex-treinador traz no currículo uma larga experiência no futebol.

Mancini será um importante elo entre os membros da diretoria, da comissão técnica e os atletas. Ele também será responsável pela sistematização de metodologias e processos internos e supervisionará a análise de desempenho e de mercado, além de dar sequência à constante integração entre o time principal e as categorias de base.

“O Vagner Mancini tem uma longa trajetória no futebol, uma carreira de treinador consolidada e aceitou esse convite por confiar no projeto apresentado pelo São Paulo. Tenho certeza de que vai agregar muito ao clube e à comissão técnica com a sua experiência”, afirma Raí, executivo de futebol.

“Respeito muito a profissão de treinador, mas vi nessa oportunidade que o São Paulo me proporciona uma grande chance de aproveitar o conhecimento adquirido como atleta e fora do campo em uma nova função. Estou muito otimista e confiante com essa nova etapa da minha carreira”, destaca Vagner Mancini.

O coordenador técnico inicia os trabalhos nesta quinta-feira (03), na reapresentação do elenco no Centro de Treinamento da Barra Funda.

CARREIRA
Natural de Ribeirão Preto, Vagner Mancini iniciou a sua trajetória no futebol como meio-campista e defendeu clubes tradicionais do país, como Guarani e Grêmio. Na equipe gaúcha, fez história: foi campeão da Copa Libertadores da América de 1995.

Após pendurar as chuteiras, o ex-volante teve uma passagem interina no comando técnico do São Carlense e na sequência assumiu o Paulista, de Jundiaí, onde foi protagonista na histórica conquista da Copa do Brasil de 2005. O feito, logo no início da trajetória como treinador, impulsionou a vida profissional de Mancini, que depois dirigiu Al-Nasr (EAU), Grêmio, Vitória, Santos, Vasco da Gama e Ceará.

Foi campeão baiano (2008 e 2016), cearense (2011), catarinense (2017) e eleito o melhor treinador do campeonato baiano (2016) e do cearense (2017), além de acumular passagens por Guarani, Cruzeiro, Sport, Náutico, Athletico Paranaense, Botafogo e Chapecoense.

Antes de chegar ao Tricolor, Mancini dirigiu o Vitória em 2018.