Sul-Americana: Nenê lamenta 0 a 0 e afirma que São Paulo poderia ter vencido na Argentina

O jogador considerou injusta a expulsão de Rodrigo Caio, aos 35 minutos da etapa inicial, por uma cotovelada no atacante Rubén

por Agência Estado

São Paulo, SP, 13 - O meia Nenê deixou o temido estádio Gigante de Arroyito, em Rosário, na Argentina, lamentando o empate por 0 a 0 diante do Rosario Central, nesta quinta-feira, pela estreia na Copa Sul-Americana. Na opinião de um dos melhores jogadores em campo, que acertou uma bola na trave no segundo tempo, o São Paulo poderia ter vencido.

"A gente poderia ter ganho. Fomos muito bem. Quando tivemos um jogador a menos, nós não abaixamos a cabeça. Continuamos com a mesma intensidade e com a mesma postura. Acho que conseguimos um resultado muito bom", afirmou Nenê.

O jogador considerou injusta a expulsão de Rodrigo Caio, aos 35 minutos da etapa inicial, por uma cotovelada no atacante Marco Rubén. Aos 35 do segundo tempo, o time argentino também teve um jogador expulso. "Nós corremos pelo Rodrigo que, no meu modo de ver, não deveria ter sido expulso".

Nenê lamentou o empate na Argentina
Nenê lamentou o empate na Argentina
VAI PRA CIMA!
Para o jogo da volta, no dia 9 de maio, no estádio do Morumbi, o São Paulo precisa de uma vitória simples para avançar à próxima fase da Copa Sul-Americana.

"É uma vantagem. O Morumbi tem de ser a nossa força. O São Paulo tem de voltar a ter a tradição de anos atrás de ser quase imbatível no Morumbi. Eles (os rivais) têm de perceber o que é jogar diante de 60 mil pessoas", afirmou o volante.

Nesta segunda-feira, às 20 horas, o time estreia no Campeonato Brasileiro diante do Paraná, no estádio do Morumbi.

 
 
" />