Com Morumbi lotado, São Paulo reencontra carrasco na luta para sair da degola

Foi diante do Cruzeiro que o São Paulo caiu na Copa do Brasil, após perder no Morumbi por 2 a 0 e vencer no Mineirão por 2 a 1

por Agência Estado

São Paulo, SP, 13 - O São Paulo reencontra neste domingo, às 11 horas, no Morumbi, o rival que iniciou sua crise em 2017. Foi diante do Cruzeiro que o São Paulo caiu na Copa do Brasil, após perder no Morumbi por 2 a 0 e vencer no Mineirão por 2 a 1.

Em seguida, o time foi eliminado no Campeonato Paulista (perdeu para o Corinthians nas quartas de final), na Copa Sul-Americana (Defensa y Justicia, nas oitavas de final) e caiu para a zona do rebaixamento no Brasileirão. A sequência de resultados ruins levou à demissão do técnico Rogério Ceni.

Mesmo diante da péssima campanha, a torcida deverá lotar o estádio. Foram vendidos mais de 45 mil ingressos (o clube não divulgou a carga total). Existe a possibilidade de o time quebrar o recorde de público pelo terceiro jogo seguido no Morumbi. Diante do Grêmio, foram 51 mil pessoas; contra o Coritiba, 53 mil.

Durante a semana, o elenco tricolor treinou firme para vencer o Cruzeiro
Durante a semana, o elenco tricolor treinou firme para vencer o Cruzeiro
O início do returno e as duas derrotas seguidas (Coritiba e Bahia) levaram o técnico Dorival Junior a reformular a equipe. A principal mudança é a saída de Jucilei, um dos medalhões do time e titular nas 19 partidas iniciais. Em seu lugar, entra Militão. Apesar das más atuações, Marcinho terá mais uma chance. No lugar de Cueva, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, entra Marcos Guilherme.

Na semana, o treinador pediu que Petros se aproxime da área. Hernanes vai jogar mais perto de Pratto. "Queremos uma vitória simples, mas que passe confiança", disse Dorival.

O treinador quer triangulações e passes curtos para tentar vencer a defesa do rival, que vai utilizar um time misto. O principal objetivo do time mineiro é o jogo de quarta-feira, diante do Grêmio, pela Copa do Brasil.