De olho em ex-atacante do Boca, São Paulo chega à Flórida para pré-temporada

Ídolo da torcida, o argentino Jonathan Calleri poderá voltar a vestir a camisa do clube nesta temporada

por Agência Estado

São Paulo, SP, 06 - Depois de longa viagem aos Estados Unidos, a delegação do São Paulo desembarcou na tarde desta sexta-feira em Orlando para realizar a pré-temporada e disputar a Flórida Cup a partir do próximo dia 19. O grupo de 28 jogadores, mais dirigentes e comissão técnica, saiu da capital paulista na madrugada desta sexta, fez escala no Panamá e de lá seguiu para a cidade norte-americana.

Após a chegada em Orlando, o grupo embarcou em um ônibus e foi para Bradenton, cidade onde ficará hospedado. Os trabalhos do técnico Rogério Ceni com o elenco serão no IMG Academy, complexo esportivo que vai acolher o São Paulo durante a estadia na Flórida. Fora os compromissos preparatórios para a temporada, a equipe também terá uma série de atividades promovidas pelos patrocinadores do torneio.

De olho em Calleri, atualmente no West Ham, São Paulo chega à Flórida para pré-temporada
De olho em Calleri, atualmente no West Ham, São Paulo chega à Flórida para pré-temporada
O trabalho do elenco terá dois jogos-treino na semana que vem, nos dias 12 e 15. O primeiro será contra um adversário ainda indefinido.

O seguinte é um encontro contra o Boca Ratón, dos Estados Unidos. Já no dia 19 a equipe faz o primeiro jogo do ano, já pela semifinal da Flórida Cup, contra o vencedor da partida entre Millonarios, da Colômbia, e River Plate, da Argentina.

SONHO
Ídolo da torcida do São Paulo, onde em 2016 disputou 31 jogos e marcou 16 gols, o atacante argentino Jonathan Calleri poderá voltar a vestir a camisa do clube nesta temporada. Ele jogou os últimos seis meses no West Ham, da Inglaterra.

Caso não consiga se encaixar em outra equipe na Europa, Guillermo Calleri, pai e representante do atacante, disse que o filho fará de tudo para voltar ao clube do Morumbi. O maior problema é convencer os investidores, que pagaram R$ 40 milhões ao Boca Juniors no fim de 2015, de que o retorno não significará desvalorização do jogador.

aaa