Leco diz que nunca pensou em demitir Ricardo Gomes

Informações davam conta que o comandante deixaria o clube em caso de derrota para São Paulo

por Agência Estado

São Paulo, SP, 18 - O presidente do São Paulo, Carlos Augusto Barros e Silva, o Leco, aproveitou a vitória do time sobre o Fluminense por 2 a 1 para enaltecer o trabalho do técnico Ricardo Gomes, que estava pressionado para ter um resultado positivo e conseguiu. Apesar do pedido de parte dos torcedores, o dirigente garantiu que nunca pensou na demissão do comandante.

"Certamente ele já estava mantido, independentemente do resultado. Com a vitória, ele se mantém de uma forma muito feliz para nós. Isso é muito bom, importante, vi a luta e a perseverança de como dirigiu o time, e tudo isso é muito positivo", explicou Leco, elogiando a atitude de Rodrigo Caio de abraçar o treinador na hora do gol. "É o reconhecimento, é o lado humano, que é fundamental. O Ricardo é uma pessoa maravilhosa que merece todo nosso carinho e respeito."

O presidente Leco garantiu que nunca pensou em mudar de treinador
O presidente Leco garantiu que nunca pensou em mudar de treinador
Leco reconhece que, em um grande clube, é natural que o técnico seja bastante visado quando os resultados positivos demorar a aparecer. "Pressão quando os resultados não vêm é normal. Tivemos outras boas partidas, mas infelizmente não conseguimos colher o resultado. Agora veio. Em nenhum momento passou pela minha cabeça sacrificar o Ricardo ou tecer crítica porque sei da competência dele", explicou.

O dirigente garante que o time vai diminuir o preço dos ingressos para o duelo de sábado, no Morumbi, contra a Ponte Preta, e espera que a torcida compareça em massa para apoiar os jogadores. "Esperamos uma grande arrecadação. Estar na zona de rebaixamento é uma coisa que não passa na cabeça, como não passava. Chegamos perto, mas sabíamos que tínhamos condições de reagir. Falta ainda fazer mais", avisou.

Mercado da Bola
Contratações
Não houve contratações no período
  • Cícero

    Meia (ex-Fluminense)

  • Neilton

    Atacante (ex-Botafogo-RJ)

  • Rogério Ceni

    Técnico

  • Sidão

    Goleiro (ex-Botafogo-RJ)

  • Wellington Nem

    Atacante (ex-Shakhtar Donetsk-UCR)

São Paulo-SP
Elenco ainda não definido
  • Goleiros

    Denis, Renan Ribeiro, Sidão

  • Laterais

    Buffarini, Bruno, Foguete e Junior Tavares

  • Zagueiros

    Maicon, Rodrigo Caio, Lugano, Breno, Douglas e Lucão

  • Volantes

    João Schmidt, Wesley, Thiago Mendes, Wellington e Araruna

  • Meias

    Cueva, Cícero, Lucas Fernandes e Shaylon

  • Atacantes

    Chavez, Gilberto, Wellington Nem, Neilton e Luiz Araújo

  • Técnico

    Rogério Ceni