Ídolos do São Paulo não perdoam e declaram 'luto' no clube após 'vergonha'

Em meio a hashtags no Instagram, o ex-camisa 9 do São Paulo e artilheiro do Mundial de 2005 postou coisas como “luto”, “força SPFC”

por Agência Futebol Interior

São Paulo, SP, 23 (AFI) – Nem mesmo os ídolos perdoaram a goleada implacável do Corinthians em cima do São Paulo no último domingo, por 6 a 1. O zagueiro Alex Silva e o atacante Amoroso, dois jogadores que tem história com a camisa tricolor, postaram nas redes sociais mensagens de “vergonha” e “luto” com o resultado, pedindo para que os jogadores “honrem a camisa”.

Em meio a hashtags no Instagram, o ex-camisa 9 do São Paulo e artilheiro do Mundial de 2005 postou coisas como “luto”, “força SPFC”, “foda aguentar a zoação”, “recuperar o preju”, “recuperar a honra”, “resgatar a história” e ainda marcou diversos companheiros e ex-jogadores do tricolor, como Lugano, Cicinho, Juninho, Fabão, Aloísio Chulapa, Muller, Raí, Edílson, Denílson, Fabiano Costa, Juninho Paulista e Alex Bruno.

Alex Silva e Amoroso, ídolos do São Paulo, criticam goleada por 6 a 1 contra o Corinthians
Alex Silva e Amoroso, ídolos do São Paulo, criticam goleada por 6 a 1 contra o Corinthians

Na mesma publicação, o ex-atacante escreveu: “SÓ quem vestiu essa manto sabe o respeito que tem!!”, “Vamos ídolos do SPFC, vamos apoiar pra Libertadores!!”. Quem também se manifestou na mesma rede social foi o zagueiro Alex Silva, bicampeão brasileiro na época de Muricy Ramalho e que ficou conhecido pela torcida como ‘Pirulito’.

“Falta respeito com o Manto Sagrado!! Não é uma simples camisa. Não se pode usar o São Paulo como uma ponte pra Europa. Tem que honrar essa p**. Dói! virar piada!!!!!”, declarou o jogador, que defenderá o Rio Claro no próximo Paulistão. Amoroso vestiu a camisa do São Paulo em 2005, disputou 26 partidas, marcou 18 gols e conquistou a Copa Libertadores e Mundial de Clubes da FIFA do mesmo ano, enquanto o zagueiro Alex Silva esteve no clube entre 2006 e 2008 e disputou 44 partidas.