Agora sim! Técnico festeja volta por cima no São Paulo

por Teste

São Paulo, SP, 20 (AFI) - Contratado no ano passado para o lugar do vitorioso Muricy Ramalho, Ricardo Gomes chegou ao São Paulo com a dura missão de reerguer o time e resgatar a abalada autoestima do elenco. E, após perder o título do Brasileirão de 2009 nas rodadas finais e ser eliminado no Paulistão de 2010, o técnico agora festeja a classificação para as semifinais da Copa Libertadores.

Veja ainda:
ONDE ANDA: Roberto Baggio, homem que "deu" o tetra ao Brasil

O treinador alcançou o objetivo depois de ficar ameaçado no cargo e apostar em uma reestruturação do elenco, que ganhou e perdeu peças durante a sua passagem pelo clube, fato que foi comemorado por Gomes na última quarta-feira à noite, quando o São Paulo conquistou a segunda vitória seguida por 2 a 0 sobre o Cruzeiro, pelas quartas de final da Libertadores.

"Ano passado eu substituí um treinador (Muricy Ramalho) que 'só' era tricampeão brasileiro. Recuperamos o time, fomos para a Libertadores e passamos ao lado do título no Brasileiro. Esse ano as coisas não estavam tão bem. Houve uma reestruturação e saíram jogadores importantes", disse Ricardo Gomes, que depois lembrou que os bons resultados são fundamentais para a sua estabilidade no São Paulo.

"O treinador está sempre fortalecido após uma vitória e enfraquecido após uma derrota. O que vale comentário é a atuação do time, se está bem ou não", analisou o comandante, revelando que prefere enfrentar um time brasileiro na semifinal da Libertadores.

Possível próximo rival do São Paulo, o Internacional enfrenta o Estudiantes nesta quinta-feira, a partir das 19h45 (de Brasília), na Argentina, no segundo jogo das quartas de final da Libertadores. No duelo de ida, a equipe gaúcha ganhou por 1 a 0.

"Espero outro confronto de brasileiros, acho que seria bom. Falei que seria uma Libertadores com cara de Brasil e espero encontrar mais uma vez um adversário brasileiro", ressaltou o treinador.