São Paulo "dá calote" em jogadores e clima fica tenso no Morumbi

por Agência Futebol Interior

entre o presidente Juvenal Juvêncio (foto) e o zagueiro Miranda, é a vez das premiações deixarem o clima no São Paulo, SP, 18 (AFI) - Os dias de paz no São Paulo parecem ter chegado ao fim. Após "diz que me diz" Morumbi ainda mais pesado. Segundo o Painel FC da Folha de S. Paulo, os jogadores tricolores se queixaram pelo fato de não terem recebido premiação pela vitória sobre o Nacional-PAR, por 2 a 0, na última quinta-feira. O duelo foi válido pela terceira rodada da Libertadores.

Veja ainda:
Onde Anda: Jean Carlo, ex-meia de Palmeiras e Guarani

O futebol abaixo da média apresentado pelo Sampa naquela partida teria sido o grande motivo para o não-pagamento do prêmio. A diretoria, contudo, garante que não é costume do clube o pagamento de "bichos" por vitória, mas sim por meta alcançada.Capitão e ídolo da torcida, o goleiro Rogério Ceni não ficou ao lado dos colegas mais insatisfeitos. Com

fortes vínculos com a situação são-paulina, o jogador defendeu a decisão de Juvenal em não pagar as premiações.

Esta não é a primeira vez que o clube deixa de pagar prêmios aos jogadores. Na goleada sobre o Monte Azul, por 5 a 1, pela 11ª rodada do Paulistão, no último dia 28 de fevereiro, a premiação não aconteceu, mesmo sendo uma das melhores apresentações do time na temporada.Nos bastidores, alguns agentes de jogadores já começam a demonstrar sinais de insatisfação. Os comentários

Sampa sem grana?
são de que a falta de pagamento de prêmio seria motivada por uma suposta crise financeira. Vale ressaltar, que o São Paulo está sem patrocinadores de camisa e só vai fechar uma nova parceria por não menos de R$ 30 milhões.Na semana passada, o clima já havia ficado tenso, quando Juvenal Juvêncio criticou o futebol fraco

apresentado pelo time contra o Nacional. Miranda respondeu dizendo que "a partir do momento em que surgem as vitórias, o presidente não tem de criticar".