Presidente de time do Paulista A2 desconversa sobre boatos de renúncia

Nairo Ferreira afirmou que seguirá no cargo até o fim do seu mandato, em abril 2020

por Agência Futebol Interior

São Caetano do Sul, SP, 28 (AFI) - Em cima de rumores de que poderia renunciar ao cargo de presidente do São Caetano, Nairo Ferreira de Sousa tratou de negar os boatos e declarou, em entrevista ao Portal Futebol Interior, que seguirá até o final do seu mandato, em abril de 2020. O mandatário avisou que o planejamento vem sendo feito para recolocar o clube na elite do futebol paulista.

"Não estou sabendo (sobre renúncia). Meu mandato com o clube vai até abril. Daí para frente, o São Caetano seguirá com outro presidente. Enquanto isso, o planejamento vem sendo traçado para o Campeonato Paulista. Nossa meta é subir para a Série A1", falou o presidente, ao Futebol Interior.

O presidente vem sofrendo forte pressão dos Conselheiros do clube, o que foi aliviada após a conquista da Copa Paulista, que garantiu o clube, mais uma vez, na Série D do Campeonato Brasileiro.

DESAVENÇAS
A sua saída teria ligação direta com um possível desentendimento com Saul Klein, ex-dono das Casas Bahia (saiu em 2009) e que sempre foi o principal investidor do São Caetano, que existe como clube-empresa.

Nairo segue na presidência do São Caetano
Nairo segue na presidência do São Caetano

As desavenças teriam motivos comuns ao futebol, como divergências sobre a gestão, forma de aplicação de recursos e também a melhor maneira de retorno dos investimentos.

Saul Klein voltou a investir no futebol do São Caetano em julho passado, atendendo convite do presidente, Nairo Ferreira de Souza, e o diretor de futebol, Genivaldo Leal. O objetivo seria fortalecer o clube. Ele quem assumiria o clube em caso de denúncia do atual mandatário.

CRISE
Em crise financeira, Nairo teria entrado em contato com a Federação Paulista de Futebol (FPF) para antecipar as receitas pela participação na Série A2 do paulista. A atrativa vem sendo usada para quitar salários atrasados e direito de imagem dos jogadores.

CONQUISTAS

Pelo Azulão, o presidente conquistou o título paulista de 2004, e foi vice-campeão estadual em 2007, além do vice-campeonato da Copa João Havelange em 2000, vice brasileiro em 2001 e vice da Taça Libertadores da América em 2002. Neste ano, levou a Copa Paulista.