Finalista da Copa Paulista pede socorro a mecenas: 'Famílias passando necessidade'

Na primeira partida, o São Caetano venceu o XV de Piracicaba, fora de casa, no Barão da Serra Negra, e se aproximou do título

por Agência Futebol Interior

São Caetano do Sul, SP, 11 (AFI) - Uma verdadeira bomba caiu no estádio Anacleto Campanella. Finalista da Copa Paulista, o São Caetano está em má situação financeira. É o que afirmam, pelo menos, os jogadores. Liderado pelo meia Esley, o elenco azulino denunciou a questão através de um vídeo que circula nas redes sociais.

Nas imagens, o experiente meio-campista, de 40 anos, pede ajuda de Saul Klein, um dos herdeiros das Casas Bahia. O empresário é torcedor do Azulão e costumeiramente ajuda o clube - prática recorrente desde que o São Caetano ascendeu no cenário nacional. Em 2000 e 2001, foi vice-campeão brasileiro; em 2002, vice da Libertadores; e, em 2004, campeão do Paulistão - sempre com auxílio dele.

Foto: Antônio Trivelin/FPF
Foto: Antônio Trivelin/FPF

Nos últimos tempos, a relação com o presidente azulino, Nairo Ferreira, estremeceu. Assim, Saul Klein se afastou das atividades do São Caetano, que parece não estar conseguindo se manter. As dívidas girariam em torno de R$ 30 milhões. Além disso, o Hotel Mercure São Caetano do Sul não estaria deixando a delegação fazer a concentração no local por conta das contas atrasadas.

"A gente está reunido aqui hoje, porque temos ouvido muitas promessas do nosso presidente. Chegamos à conclusão que, se depender dele, ninguém aqui vai conseguir receber o seu salário. Então, estamos fazendo esse vídeo para o senhor, é uma forma de desabafo. Algumas famílias estão passando por necessidade", disse Esley em parte do vídeo.

Procurado pela reportagem do Portal Futebol Interior, o clube do ABC Paulista ainda não se pronunciou oficialmente sobre o tema.

SITUAÇÃO NA COPA PAULISTA
No último sábado, o São Caetano foi ao estádio Barão da Serra Negra, em Piracicaba, e venceu o XV de Piracicaba por 3 a 2. Com o resultado, o Azulão pode empatar o jogo de volta, sábado, às 17h, no Anacleto Campanella, para ser campeão, enquanto triunfo do Nhô Quim por um gol de diferença levará a decisão para os pênaltis.

Quem ficar com a taça poderá escolher se disputará a Copa do Brasil ou o Campeonato Brasileiro da Série D da próxima temporada. O vice-campeão, por outro lado, fica com a vaga na competição nacional que sobrar.

CONFIRA O VÍDEO NA ÍNTEGRA