Copa Paulista: São Caetano valoriza uso da base em derrota para o Mirassol

A gente nunca quer perder. Mas a necessidade fez com que mudássemos o time", afirmou o técnico Marcelo Vilar

por Agência Futebol Interior

São Caetano do Sul, SP, 21 (AFI) - Com a classificação garantida para a semifinal da Copa Paulista, o São Caetano entrou em campo, no último sábado, utilizando diversos pratas da casa e perdeu por 2 a 0 para o Mirassol, no Anacleto Campanella.

Dos 18 nomes relacionados para o embate, sete vieram das categorias de base do Azulão: o volante Índio e o meio-campista Gabriel Rato, que iniciou uma partida no time principal pela primeira vez na ocasião, ainda foram titulares. Keffel (lateral-esquerdo) e Renan (atacante) entraram em campo durante o segundo tempo e também debutaram com a camisa azulina.

Foto: Fabrício Cortinove
Foto: Fabrício Cortinove
Já o volante Douglas, o meia Gian e o zagueiro Modesto permaneceram como opções no banco de reserva, assim como aconteceu com os atacantes Rafael Menezes e Ronaldo nas rodadas anteriore. Em contrapartida, o meio-campista Cerezo e o atacante Marcus Vinicius são exemplos de atletas do Sub-20 com partidas disputadas.

"É fundamental oferecer oportunidade. Estou há pouco mais de três meses aqui no clube, período em que começamos fazer essa transição. Claro que alguns jogadores já atuaram no time principal, mas não quando eu estava aqui. Eu gosto de fazer esse trabalho com a base, pois acredito que irá oferecer muitos frutos ao São Caetano", contou o técnico Marcelo Vilar.

FALA MAIS!
“A gente nunca quer perder. Mas a necessidade fez com que mudássemos o time. O nosso desgaste foi muito grande nas últimas partidas, com alguns jogadores machucados. Nós já éramos o primeiro colocado, então não tinha motivo para colocar os jogadores em risco. Lançamos um time alternativo e eu gostei de alguns aspectos, entretanto, a vitória não veio”, concluiu.

SEQUÊNCIA
Em dias e horários que ainda serão confirmados, o Azulão irá enfrentar o EC São Bernardo nas semifinais. Cabe destacar que a Copa Paulista oferece uma vaga à próxima Copa do Brasil e outra ao Campeonato Brasileiro da Série D. O campeão poderá escolher qual vai querer disputar, enquanto o vice fica com o lugar que sobrar.