Rebaixado e incompetente, São Caetano quer 'virada de mesa' no Paulistão

Federação Paulista de Futebol promete cumprir regulamento e diz que São Caetano está rebaxadíssimo

por Agência Futebol Interior

São Caetano do Sul, SP, 09 (AFI) - Rebaixado em campo no Campeonato Paulista, o São Caetano vai tentar uma ‘virada de mesa’ para continuar na Série A1 de 2020. O clube divulgou nesta terça-feira um documento oficial, protocolado na Federação Paulista de Futebol (FPF) e endereçado ao presidente Reinaldo Carneiro Bastos.

E alega, de forma equivocada, ter direito a vaga na primeira divisão caso se confirme a fusão de Red Bull Brasil e Bragantino. O tema tem gerado debate e polêmicas há semanas entre os clubes do interior.

Mário Teixeira: amante do futebol
Mário Teixeira: amante do futebol

VAGA COM COMPRADOR
Mas está no ar a possibilidade de alguém comprar a vaga deixada no Paulistão por Red Bull ou Bragantino. E isso pode até ser mesmo feito com o Grêmio Osasco ou Audax, via Mário Teixeira, presidente de honra. Ele também tem o comando o Osasco Audax.

Outra possibilidade é a compra da vaga pela empresa EMS Medicamentos, que investe bastante no futebol.

Esta empresa, neste ano, esteve no comando o Grêmio Osasco no Paulista da Série A3 e vai comandar o futebol da Caldense, de Poços de Caldas (MG), no Brasileiro da Série D.

FEDERAÇÃO NEGA SÃO CAETANO
De acordo com o São Caetano, o direito de continuar na Série A1 de 2020 teria o respaldo de algum dirigente da Federação Paulista de Futebol (FPF). Não é verdade.

Tanto que esta informação foi veementemente desmentida pela assessoria da FPF.

Segundo a Assessoria da FPF, "caso haja uma terceira vaga no Paulistão 2020, esta será do terceiro colocado da Série A2, como prevê o regulamento".

CARTOLA INSISTENTE
Depois de montar um time fraco tecnicamente, de passar vergonah em campo, o cartola do Azulão tenta virar a mesa.

O presidente Nairo inclusive confirmou presença no Arbitral da primeira divisão, que acontecerá no segundo semestre. Na visão do clube, o regulamento da segunda divisão é falho e deixa brecha para interpretações principalmente ao diferenciar os termos ‘classificado’ e ‘participante’.

Rebaixado, São Caetano vai tentar a 'virada de mesa' para seguir no Paulistão
Rebaixado, São Caetano vai tentar a 'virada de mesa' para seguir no Paulistão

A nota é longa e pode ser lida de forma integral aqui, mas todo o embasamento do São Caetano está na diferença ‘etimológica-esportiva’ das palavras ‘classificado’ e ‘participante’.

No Artigo 9º o regulamento diz: “terão direito ao acesso à Primeira Divisão os dois clubes classificados para a fase final da competição” e depois completa no primeiro parágrafo:

Nairo Ferreira tenta tapetão
Nairo Ferreira tenta tapetão

“em caso de não participação de algum clube classificado [...] terá também acesso o clube que obtiver a 3ª melhor campanha entre os que disputaram a semifinal da Série A2”.

VISÃO EQUIVOCADA
Com isso, na visão do São Caetano, o terceiro colocado da Série A2 ficaria com o acesso somente se um dos finalistas da Série A2 desistir de disputar a Série A1.

Por outro lado, há quem entenda que o termo ‘classificado’ é apenas uma forma de denominar todos os clubes que estão na primeira divisão, interpretação que rebaixaria o time do ABC.