Azulão retorna aos trabalhos e comemora preparação "dos sonhos"

por Agência Futebol Interior

São Caetano do Sul, SP, 17 (AFI) - A parada para a Copa do Mundo da África do Sul rendeu 43 dias para o São Caetano até o seu retorno à Série B do Campeonato Brasileiro, que ocorrerá no dia 13 de julho, contra o Santo André. Após dez dias de folga, os jogadores voltaram bem fisicamente para os testes, que estão ocorrendo no estádio Anacleto Campanella.

Veja também:
Ponte Preta “depende” do Guarani para contratar atacante

"É uma situação atípica e ótima, que sempre sonhamos. Ter 33 dias de preparação é perfeito para realizarmos todos os testes, com os jogadores vindos de um descanso sadio com a família. O São Caetano fez a pré-temporada em janeiro e não parou, já que chegou às finais do Título do Interior no Paulistão. Depois, não tiveram descanso para a Série B. A fadiga e o desgaste são normais nesta situação. Mas agora o planejamento será perfeito para os atletas", afirmou o preparador físico Rui Palomo.

Avaliações
Os jogadores voltaram aos treinos na quarta-feira e já realizaram testes antropométricos (percentual de gordura), yoyo (potência anaeróbia), carga muscular (academia) e, nesta quinta-feira, o de limiar anaeróbio, na esteira, com a equipe de fisiologia.

"Quando há uma pré-temporada, os jogadores vêem de um mês de férias e você tem dez dias para se preparar para o Estadual. Desta vez, com a Copa, eles ficaram dez dias descansando, não houve ganho de peso significativo e teremos 33 dias para testes, fortalecer e fazer um trabalho individual, o que ajudará na parte técnica. Com os resultados, o Sérgio (Guedes) poderá traçar a parte técnica e tática com qualidade", completou Rui.

Todos os jogadores passaram pelo limiar anaeróbio na esteira e nesta sexta-feira vão ao campo para aperfeiçoar a parte física. "Todos voltaram bem. Essa pausa deu tranquilidade para curtirmos a família, sem prejudicar o físico. Agora, é treinar forte e atingir o melhor para alcançarmos o acesso", disse o zagueiro Marcelo Batatais.