Paulista A2: Zagueiro do São Bernardo valoriza o grupo: 'Todos estão comprometidos'

Dogão acredita que, os poucos gols sofridos na competição, tem relação com o empenho de todos os jogadores na hora de marcar

por Agência Futebol Interior

São Bernardo, SP, 07 - Comandado por um ex-goleiro, Wilson Junior, o São Bernardo vem mostrando na Série A2 do Paulistão deste ano que sua melhor característica é exatamente essa: a defesa. O Tigre está na vice-liderança do Paulistão, com 11 pontos, e é um dos únicos times invictos no campeonato (ao lado do líder Oeste, com 13 pontos).

Para Dogão, titular em todos os jogos do clube desde a última temporada, na Série D, a solidez defensiva dá ao Bernô a chance de sonhar com a volta à elite do futebol paulista. Na última partida, goleada de 4 a 0 sobre o Água Santa, o jogador, inclusive, mostrou seu faro artilheiro, ao marcar o terceiro gol da partida.

São Bernardo pretende estar na elite do futebol paulista em 2019 (Foto: São Bernardo)
São Bernardo pretende estar na elite do futebol paulista em 2019 (Foto: São Bernardo)

NO ATAQUE...
"Gosto sempre de aprimorar a minha descida ao ataque. Temos uma boa bola parada, mas não tínhamos marcado ainda, e o Wilson Jr. cobra bastante isso. Treinamos muitas jogadas ensaiadas, e meu aproveitamento é bom (risos). Até brincávamos que estava na hora desse gol sair" comentou Dogão.

NA DEFESA...
"A gente vem trabalhando muito a parte defensiva, mas isso não é mérito apenas da zaga. Os nossos volantes e meia sempre voltam muito rápido pra recompor, e todos estão muito comprometidos com essa função. Com a bola jogamos, sem a bola pressionamos, e o time inteiro está se dedicando muito a isso".

Na A2, quatro zagueiros já entraram em campo pelo Bernô: Dogão e Douglas, os titulares, Vinícius Leandro, que estreou de forma positiva na última rodada, e Junior, que participou dos instantes finais da estreia. Com boas opções em campo e no banco, a zaga se mostrou o trunfo do clube no campeonato, visto que, em cinco jogos, foi vazada apenas três vezes (segunda melhor da A2, atrás do Oeste que sofreu dois).

SEM MOLEZA
Depois do jogo contra o Água Santa, o clube iniciou uma sequência de partidas contra equipes da parte de baixo da tabela. Facilidade? Não para Dogão.

"Jogar contra times que estão lá embaixo é muito perigoso. Parece clichê, mas não existe nenhum time bobo. Não podemos encarar de maneira diferente nenhum jogo, temos de entrar com a intenção de vencer sempre, independentemente da classificação. O futebol paulista tem times muito qualificados, e é muito bom brigar lá em cima. Mas, mesmo assim, nossa cobrança aumenta a cada dia dentro do grupo" disse.

PRÓXIMOS COMPROMISSOS
O São Bernardo volta a campo nesse domingo, visitando o penúltimo colocado Audax, no Estádio Prefeito José Liberatti, às 20h. Depois, o clube ainda enfrenta Juventus (14º), Batatais (12º) e Portuguesa (13º), antes de encarar o Oeste, no primeiro jogo de março.