Com títulos e acessos, ex-presidente fala sobre fim da gestão no São Bento

Desde 2011 no clube, Márcio Rogério Dias estava como mandatário desde 2017 e chegou à Série B do Brasileiro com a equipe

por Agência Futebol Interior

Sorocaba, SP, 14 - Foram quase dez anos dedicados ao São Bento. A trajetória, que começou em 2011 como diretor jurídico, chegou ao fim. O ex-presidente Márcio Rogério Dias teve seu mandato encerrado este mês e diz ter saído com a sensação de dever cumprido.

"Quando cheguei, em 2011, usei minha experiência como advogado para ajudar o clube na questão financeira. Eram muitos processos trabalhistas e precisávamos, com uma certa urgência, devolver a credibilidade ao clube para melhorar as contratações e atrair os patrocinadores e sócios. Trabalhei duro nesse sentido por cinco anos e acredito que foi essencial para as conquistas que viriam em seguida", disse.
Márcio Rogério Dias chegou ao fim de seu mandato como presidente do São Bento
Márcio Rogério Dias chegou ao fim de seu mandato como presidente do São Bento

AUGE

Nos anos de 2016 e 2017, Márcio foi vice-presidente e presidente em exercício, ao lado de Fernando Martins da Costa Neto, que se licenciou por duas vezes. E foi neste época, como presidente em exercício, que Dias brigou para colocar o time em uma competição nacional.

"Muitos achavam loucura. Não acreditavam que era possível disputar um campeonato nacional com a nossa estrutura. Eu lutei para que o São Bento ficasse com a vaga na Série D. Tivemos acessos seguidos e ficamos por dois anos entre os 40 maiores clubes do país. Hoje o Azulão de Sorocaba tem calendário o ano todo", revelou.

Em 2017 foi eleito a presidente do São Bento, mandato que chegou ao fim neste mês. Ao todo, Márcio Dias acumulou cinco acessos durante a jornada no clube e dois títulos.

"A sensação é de dever cumprido. Graças a Deus, neste final, pude ser coroado com o retorno do clube à elite do futebol paulista e o título de vice-campeão. Meu coração será sempre São Bento. Só tenho gratidão!", finalizou Dias.