Justiça impede ex-dirigente de retornar a gigante paulista

A Justiça de São Paulo proibiu a volta de Modesto Roma ao Santos

por Agência Futebol Interior

São Paulo, SP, 03 (AFI) - A Justiça de São Paulo impediu que o ex-dirigente do Santos, Modesto Roma, retornasse ao Peixe. Além disso, foi negada uma possível indenização de R$ 49,9 mil por dano moral ao cartola.

Apesar do resultado, o advogado de Modesto Roma já está preparado para recorrer a respeito da decisão.


Foto: Twitter/Santos
Foto: Twitter/Santos

MARTELO BATIDO!

"O autor apenas foi expulso de associação após regular procedimento administrativo em que se constataram infrações ao estatuto daquela agremiação, do qual foi gestor por três anos, inexistindo notícia de que tenha sido submetido à situação vexatória ou humilhante capaz de ensejar o dever reparatório", disse a juíza Sheyla Romano na sentença.

LEMBRA O MOTIVO?

Em novembro de 2019, Modesto Roma Júnior foi expulso do quadro associativo do Santos depois de ter sido julgado pelo Caso Quantum junto com as negativas das contas de 2017. Apesar disso, o cartola apenas deixou o Peixe por conta da opção dos conselheiros em demitir o ex-dirigente.