John dedica atuação em estreia oficial no Santos a desfalques e comissão técnica

O goleiro foi o grande destaque do Peixe na vitória para cima do Internacional por 2 a 0

por Agência Estado

Santos, SP, 14 - Revelado nas categorias de base do Santos, John esperou muito para fazer seu primeiro jogo oficial pelo clube. Havia apenas participado de um amistoso festivo com o Benfica em 2016. Neste sábado, ganhou sua tão aguardada chance e foi um dos heróis da vitória por 2 a 0 sobre o Internacional.

Aos 24 anos, o goleiro teve de substituir o amigo João Paulo, diagnosticado com covid-19. Quarta opção no início do ano, atrás ainda de Everson e Vladimir, ele dedicou a grande apresentação na Vila Belmiro aos companheiros que não puderam jogar por causa do coronavírus, e à comissão técnica.

Além do amigo João Paulo, Alison, Alex, Diego Pituca, Jean Mota, Jobson, Lucas Veríssimo, Madson, Sandry e Vladimir, o técnico Cuca, os auxiliares Cuquinha e Eudes e o preparador físico Omar Feitosa também testaram positivo para a covid-19 e foram ausências diante do Inter.

 John foi o grande destaque do Santos
John foi o grande destaque do Santos
"A gente trabalhou bastante esta semana, com grandes treinos. E graças a Deus fizemos um grande jogo", afirmou o camisa 31. "Esta vitória é para quem não pôde jogar e para a comissão técnica", dedicou, radiante por não decepcionar.

SEGUROU!
John havia prometido agarrar a chance "com unhas e dentes" durante a semana e não falhou nas palavras. Foram três grandes intervenções no segundo tempo. Saiu arrojado para defender de peito a finalização de Abel Hernández e depois parou o artilheiro Thiago Galhardo em duas cabeçadas difíceis de segurar.

O Santos volta a campo no próximo sábado, novamente pelo Brasileirão, na casa do Athletico-PR. E John tem tudo para novamente jogar. Pela primeira impressão, a comissão técnica já sabe que está bem servida no gol.

Para este compromisso o Santos terá o retorno do venezuelano Soteldo, que defendeu seu país nas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Catar.