“Invasores” são retirados da Vila no jogo entre Santos e Internacional

As pessoas estavam em um camarote do estádio e foram retiradas no intervalo da partida

por Agência Futebol Interior

Santos, SP, 18 (AFI)- A arbitragem da partida entre Santos e Internacional no último sábado (14) teve que pedir a retirada de sete pessoas não autorizadas, que estavam assistindo ao jogo em um camarote da Vila Belmiro. Acreditam que a entrada pode ter sido pelas estruturas administrativas do Peixe, localizada no estádio.

Vila Belmiro em dia de jogo. Foto: Divulgação/ Santos
Vila Belmiro em dia de jogo. Foto: Divulgação/ Santos

INVASÃO

Apenas três das setes pessoas localizada, tinham permissão para entrar na Vila Belmiro, mas nenhuma delas estava na lista de escala e operações do confronto. Os nomes foram identificados na súmula da partida como Bruna Junqueira Vianna, Pedro Furtado Scaloni e Raissa Grossi Ximenes.

Por conta das estruturas administrativas do Santos serem localizadas no próprio estádio, as partes envolvidas no protocolo acreditam que tenha sido por lá que as pessoas conseguiram entrar no camarote. Mesmo sem alguns seguranças por conta do surto de Covid-19 que o Peixe enfrenta, o clube afirmou que não mudou o protocolo e não deixou ninguém entrar sem credencial.

"Nosso estádio é também um prédio administrativo. Algumas pessoas que passavam por ali tentaram ver alguns lances da partida e foram retiradas imediatamente em uma ação conjunta do nosso pessoal e da própria CBF", disse Júnior Curitiba, diretor de patrimônio do Santos, ao ser procurado pela reportagem da uol.

PUNIÇÃO

De início esse acontecimento caracteriza punição para o Santos, porém se houver denúncia da procuradoria, o clube pode ir a julgamento no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).