Decisivo, Marinho elogia Rollo e critica Peres após vitória do Santos

Para marcar os seus gols, Marinho precisou superar um conhecido: Vanderlei, que trocou o Santos pelo Grêmio

por Agência Estado

Santos, SP, 11 - De volta ao time do Santos após se recuperar de um incômodo na coxa, Marinho brilhou novamente pelo time. Ele marcou, de pênalti, os gols da equipe no triunfo por 2 a 1 sobre o Grêmio, na Vila Belmiro, pelo Campeonato Brasileiro. Não à toa, recebeu a braçadeira de capitão do técnico Cuca. Após o confronto, criticou José Carlos Peres, presidente afastado do comando do clube há duas semanas, ao elogiar Orlando Rollo, que assumiu a gestão do time.

"Independente do que falam, nós sabemos quem somos, sabemos o nosso valor, todo mundo está engajado no mesmo projeto, com trabalho e dedicação. Quero parabenizar todo mundo pelo trabalho, a vitória é o maior prêmio. Parabenizar o Cuca, o presidente Rollo chegou agora e, em pouco tempo, já está fazendo um trabalho de verdade", afirmou à Rede Globo.

Decisivo, Marinho elogia Rollo e critica Peres após vitória do Santos
Decisivo, Marinho elogia Rollo e critica Peres após vitória do Santos
Para marcar os seus gols, Marinho precisou superar um conhecido: Vanderlei, que trocou o Santos pelo Grêmio antes do início da temporada. O fato de eles terem treinado juntos no passado foi a justificativa do atacante para a decisão de ter batido o primeiro dos dois pênaltis com uma cavadinha.

"Eu conheço o Vanderlei, sabia que ele iria escolher um canto. A confiança é grande e é o que tenho de fazer", explicou Marinho, que pedalou nas suas comemorações, para homenagear o atacante Robinho, que assinou por cinco meses com o Santos no último sábado.

SITUAÇÃO NA TABELA E BRIGA PELA ARTILHARIA
Com os gols deste domingo, Marinho chegou aos dez e está na vice-artilharia do Brasileirão, atrás apenas de Thiago Galhardo, do Internacional, com 12. E a sua atuação levou o Santos aos 24 pontos, em sexto lugar. O time voltará a jogar na quarta-feira, novamente na Vila, diante do Atlético Goianiense.