Cuca assume que errou em adeus a Soteldo e não quer 'queimar' os jovens no Santos

Mesmo com a vaga nas oitavas de final garantida por antecedência, o técnico não quis poupar titulares diante dos argentinos

por Agência Estado

Santos, SP, 21 - Lucas Braga e Marcos Leonardo decidiram a vitória diante do Defensa y Justicia, por 2 a 1, mas devem ter de esperar um pouco mais para ganhar uma chance entre os titulares do Santos. Cuca não quer pressão desnecessária em seus jovens talentos e pretende não "queimá-los." O técnico voltou a pedir reforços após o triunfo na rodada final da fase de grupos da Copa Libertadores e admitiu que errou ao anunciar despedida de Soteldo.

Mesmo com a vaga nas oitavas de final garantida por antecedência, Cuca não quis poupar titulares diante dos argentinos. Tudo para não criar uma responsabilidade a mais para os jovens.

"Hoje (terça-feira) eu tinha três a menos no banco porque não temos elenco grande. Quem fala em testar novos jogadores é porque não o treinador. Se fosse o treinador, não iria testar", afirmou Cuca. "Perder jogos com meninos é diferente. Se perde mais do que a partida", analisou.

Cuca assume que errou em adeus a Soteldo e não quer 'queimar' os jovens no Santos
Cuca assume que errou em adeus a Soteldo e não quer 'queimar' os jovens no Santos
O técnico pretende ir colocando aos poucos os mais jovens na equipe. Vem fazendo isso com frequência no Brasileirão, mas sempre analisando a situação. Cuca pretende dar experiência à nova safra de "Meninos da Vila" e sabe que precisa de jogadores maduros ao lado deles.

Cuca, porém, pode ser "obrigado" a recorrer a um dos jovens caso Marinho não se recupere para o jogo diante do Fluminense. Kaio Jorge vai para a seleção brasileira sub-20 nesta quarta-feira e desfalca o Santos em quatro rodadas.

Por outro lado, o treinador agora conta com Soteldo. Depois de dizer que contra o Coritiba era o último jogo do venezuelano no clube, ele admitiu que "errou", induzido pela diretoria santista. Cuca assume que errou em adeus a Soteldo e não quer "queimar" os meninos no Santos

Lucas Braga e Marcos Leonardo decidiram a vitória a diante do Defensa Y Justicia, por 2 a 1, mas devem ter de esperar um pouco mais para ganhar uma chance entre os titulares. Cuca não quer pressão desnecessária em seus jovens talentos e pretende não "queimá-los." O técnico voltou a pedir reforços e admite que errou ao anunciar despedida de Soteldo.

NÃO POUPOU
Mesmo com a vaga na Libertadores garantida por antecedência, Cuca não quis poupar titulares diante dos argentinos. Tudo para não criar uma responsabilidade a mais para os jovens. Como o Santos necessita da vitória, ele não jogaria essa pressão aos jovens.

"Hoje (terça-feira) eu tinha três a menos no banco porque não temos elenco grande. Quem fala em testar novos jogadores é porque não o treinador. Se fosse o treinador, não iria testar", afirmou Cuca. "Perder jogos com meninos é diferente. Se perde mais do que a partida", analisou.

O técnico pretende ir colocando aos poucos os mais jovens na equipe. Vem fazendo isso com frequência no Brasileirão, mas sempre analisando a situação. Cuca pretende dar experiência à nova safra de Meninos da Vila e sabe que precisa de jogadores maduros ao lado deles.

Cuca, porém, pode ser "obrigado" a recorrer a um dos meninos caso Marinho não se recupere para o jogo diante do Fluminense. Kaio Jorge vai para a seleção brasileira sub-20 nesta quarta-feira e desfalca o Santos em quatro rodadas.

Por outro lado, o treinador agora conta com Soteldo. Depois de dizer que contra o Coritiba era o último jogo do venezuelano no clube, ele admitiu que "errou", induzido pela diretoria santista.

O clube usaria os R$ 40 milhões da venda de Soteldo para quitar dividas e poder buscar reforços. "Me passaram que era 99% de chance, mas 99% não é 100%. Se ficar, vamos achar uma maneira de saldar as dívidas, pagar os bancos e fortalecer o elenco porque precisamos", enfatizou o técnico, mais uma vez pedindo reforços à direção.

ACOMPANHANDO DE PERTO
Cuca vem conversando todos os dias com Soteldo. O venezuelano ainda não definiu se aceita a proposta do Al Hilal. "Converso com ele todo dia, toda hora. Tem 23 anos. Foi um erro ter falado que era último jogo, mas foi um erro que me passaram. Se for assim, quero errar sempre".

"Me passaram que era 99% de chance, mas 99% não é 100%. Se ficar, vamos achar uma maneira de saldar as dívidas, pagar os bancos e fortalecer o elenco porque precisamos", enfatizou o técnico, mais uma vez pedindo reforços à direção.

Cuca vem conversando todos os dias com Soteldo. O venezuelano ainda não definiu se aceita a proposta do Al Hilal. "Converso com ele todo dia, toda hora. Tem 23 anos. Foi um erro ter falado que era último jogo, mas foi um erro que me passaram. Se for assim, quero errar sempre".