Cuca diz nao se queixar de ausência de reforços no Santos e valoriza jovens

"Dá uma alegria muito grande ver isso, ver essa experiência ganha. Não sei até qual lugar chegaremos", declarou

por Agência Estado

Santos, SP, 18 - O técnico Cuca não escondeu sua tristeza com a saída iminente de Soteldo, que negocia sua transferência para o futebol árabe, mas preferiu não se queixar da ausência de reforços e decidiu valorizar os jovens do Santos, decisivos para os resultados positivos. Kaio Jorge, por exemplo, marcou um dos gols na vitória por 2 a 1 sobre o Coritiba, no Couto Pereira.

"Dá uma alegria muito grande ver isso, ver essa experiência ganha. Não sei até qual lugar chegaremos, mas sei que está muito gostoso trabalhar com eles. Entregam tudo que podem. É a coisa mais salutar para o treinador. Falta uma coisa ou outra às vezes, mas entrega é exemplar", destacou o treinador.

Cuca utilizou contra o Coritiba sete jogadores revelados nas categorias de base do Santos. Mais do que uma estratégia, o uso dos jovens é a única alternativa, já que o elenco é curto e o clube sofreu uma nova punição que o impede de registrar novos jogadores.

Desde terça-feira passada, passou a vigorar nova sanção aplicada pela Fifa devido às dívidas de US$ 3,4 milhões (cerca de R$ 18 milhões) com o Huachipato, do Chile, pela contratação do atacante Soteldo. O time brasileiro também tem dívida com o Atlético Nacional em virtude da contratação de Felipe Aguilar.

Foto: Divulgação - Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
Para piorar, Robinho, condenado em primeira instância por estupro na Itália, teve o seu contrato suspenso em razão da pressão da torcida e dos patrocinadores. Diante desse cenário, Cuca não quis se queixar da ausência de contratações e disse estar ciente dos problemas.

"Eu, quando vim para o Santos, sabia que eu trabalharia com o que eu tenho. Não me queixo. Não queria perder jogadores, perdemos diversos por diferentes questões. Vou trabalhar com os meninos, inflando de confiança e força para tirarmos o máximo de cada um", salientou.

Depois de vencer o Coritiba fora de casa, o Santos volta a campo na terça-feira, às 19h15 para compromisso da Copa Libertadores. Já classificado para o mata-mata, o time alvinegro encara o Defensa y Justicia, na Vila Belmiro pela última rodada da fase de grupos.