Paulistão: Jesualdo Ferreira destaca volta de Soteldo: 'É um jogador diferente que temos'

Venezuelano, na mira do Atlético-MG, fez a primeira participação pelo Santos na temporadaPaulistão: Jesualdo Ferreira destaca volta de

por Agência Estado

Santos, SP, 11 O meia Soteldo fez o primeiro jogo pelo Santos depois de retornar do Pré-Olímpico da Colômbia, onde defendeu a seleção da Venezuela.

O jogador deu novo ritmo para a equipe e foi o protagonista na vitória por 2 a 0 sobre o Botafogo, de Ribeirão Preto (SP), no estádio da Vila Belmiro, em Santos, pelo Campeonato Paulista.

O técnico português Jesualdo Ferreira destacou a atuação do venezuelano e espera ainda maior evolução.

"O Soteldo veio de um processo diferente, teve pouco treino aqui conosco e foi para o Pré-Olímpico. Teve pouco tempo para recuperação física", lembrou.

Após estreia no ano, Soteldo ganha elogios no Santos - Ivan Storti / Santos FC
Após estreia no ano, Soteldo ganha elogios no Santos
"Chegou cansado e não pôde enfrentar o Corinthians no último domingo. É um jogador que dá maior agressividade no ataque. É um jogador diferente que temos no plantel", emendou.

RELAXA

O treinador também minimizou a polêmica criada por causa de uma eventual saída do jogador. Nas últimas semanas, o Atlético-MG demonstrou interesse na contratação de Soteldo.

"É uma constante que acontece em todos os clubes. A possibilidade de transferência acho normal. Não é favorável, mas é a realidade. Não senti nada por parte dos jogadores, nem do Soteldo, que estava tranquilo", disse.

MESTRE

Além de Soteldo, o Santos contou com o retorno do volante uruguaio Carlos Sánchez na vitória sobre o Botafogo-SP.

Recuperado de lesão muscular, ele abriu o marcador na partida. A volta dos dois contribuiu também para Eduardo Sasha aparecer.

Com o meio de campo mais criativo, o atacante participou mais da partida e marcou o segundo gol da equipe no jogo.

QUER MAIS!

Jesualdo Ferreira disse ainda não estar satisfeito com a equipe: "Estamos tentando encontrar outra alternativa, tem havido rotatividade entre os jogadores. Pensando a longo prazo, temos que encontrar mais soluções", explicou.

"Criar de forma progressiva a possibilidade de um outro sistema, com alternativas para durante um jogo. Tivemos uma equipe mais organizada contra o Botafogo, com maior ritmo e isso é importante", encerrou.