Atacante quer Santos preparado para o Flamengo e busca espaço com Sampaoli

Após estreia no último domingo, Lucas Venuto enfrenta forte concorrência no setor ofensivo do Peixe

por Agência Estado

Santos, SP, 12 (AFI) - O Santos vive uma semana especial por conta do confronto de líderes do Campeonato Brasileiro contra o Flamengo, neste sábado, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, pela 19ª rodada, a última do primeiro turno.

Com 39 pontos, o time carioca é o primeiro colocado com apenas dois a mais que o santista. O atacante Lucas Venuto, que fez a sua estreia no último final de semana, quer o time preparado para essa "decisão".

"Sei que será um jogo muito difícil. Sabemos do tamanho do Flamengo, mas também sabemos quão grande é o Santos. Já começamos a trabalhar forte para chegar no final de semana e dar o nosso melhor. Temos que estar preparados. Vamos treinar e ver o que é o melhor para chegarmos com força máxima lá (Rio de Janeiro)", comentou o jogador em entrevista ao site oficial do clube.

Lucas Venuto luta para ganhar espaço com Sampaoli no Brasileirão - Ivan Storti / Santos FC
Lucas Venuto luta para ganhar espaço com Sampaoli no Brasileirão

HISTÓRICO

Santos e Flamengo já se enfrentaram em 124 oportunidades na história e o clube paulista leva a melhor no histórico do equilibrado confronto com 46 vitórias, 35 empates e 43 derrotas. Foram 194 gols marcados e 167 sofridos.

Lucas Venuto, que está no Santos há pouco mais de um mês, depois de ser contratado junto ao Vancouver Whitecaps, do Canadá, ainda busca um espaço com o técnico argentino Jorge Sampaoli.

"Estou trabalhando dia após dia, entendendo o que o professor Sampaoli quer. É um sistema bem diferente, mas depois de um mês já deu para assimilar bastante coisa. Venho crescendo e espero evoluir cada vez mais para ajudar o Sampaoli, o Santos e meus companheiros", analisou.

O atacante Lucas Venuto fez sua estreia no empate por 1 a 1 contra o Athletico-PR, no último domingo, em Santos.

"Estou muito feliz por ter jogado meus primeiros minutos com a camisa do Peixe. Realmente não foi o que eu queria, queria estrear com vitória. Mas como falei depois da partida, o duelo foi muito bom pela entrega do grupo. Demos nosso máximo. Fiquei feliz pela minha participação. Acho que deixei uma boa impressão para o torcedor e para a comissão técnica", afirmou.