Após intertemporada, Sánchez vê Santos pronto para o retorno do Brasileirão

São 13 gols até agora, apenas um abaixo de Jean Mota, maior goleador do time

por Agência Estado

Santos, SP, 09 - Após duas semanas de treinamento na intertemporada causada pela Copa América, o meia Carlos Sánchez acredita que o Santos está pronto para a retomada do Brasileirão. O período de treinos, na sua avaliação, serviu para o técnico Jorge Sampaoli fazer os devidos ajustes na equipe, visando a briga pelo topo da tabela.

"Trabalhamos muito bem as partes físicas e táticas e isso vai nos ajudar neste segundo semestre. Queremos fazer o melhor possível. Fizemos um bom trabalho até aqui, mas temos que seguir sonhando", comentou o jogador.

"Temos um grande time, com grande jogadores, e precisamos atingir ao máximo a expectativa e o objetivo que nós e que a comissão técnica traçamos."

Na volta do campeonato, Sánchez vai ostentar uma marca importante no clube. Diante do empréstimo do atacante Copete, o uruguaio se tornou o estrangeiro com o maior número de jogos no atual elenco do clube santista. Foram 50 jogos até agora. O número redondo foi alcançado justamente na última partida do Santos antes da interrupção do Brasileirão.

"É um prazer vestir esse manto. Significa muito para mim. Defendo o time sempre com o meu melhor em campo, sempre com objetivos firmes para seguir crescendo. Já ter tantas partidas neste time é muito importante para mim. Espero atuar em muitos mais jogos e sempre satisfazer o clube e seus torcedores", disse o jogador de 34 anos.

Sánchez também é o artilheiro entre os estrangeiros. São 13 gols até agora, apenas um abaixo de Jean Mota, maior goleador do time na temporada.

Carlos Sánchez vê Santos pronto para o Brasileirão
Carlos Sánchez vê Santos pronto para o Brasileirão
"Queremos fazer sempre o melhor trabalho dentro de campo para seguirmos confiando no nosso desempenho. Se vier um gol, que seja muito bem-vindo. Que sirva para o time. Sempre digo que fazer gol é lindo, mas quando o gol ajuda a construir uma vitória é muito melhor. Seguiremos trabalhando da melhor maneira", afirmou.

TREINO
A atividade desta terça-feira, como de costume, foi fechada à imprensa. Sem problemas de lesão, Sampaoli contou com quase todos os jogadores à sua disposição. A exceção foi o meia Cueva, que ganhou dez dias de folga após chegar à final da Copa América, com a seleção do Peru. Ele só vai se reapresentar ao clube no dia 17.

O time trabalhou nesta terça visando o duelo contra o Bahia, no sábado, no Pituaçu, pela décima rodada do Brasileirão. O Santos é o vice-líder, com 20 pontos, cinco atrás do líder Palmeiras.