Copa do Brasil: Polivalente, Diego Pituca brilha na vitória do Santos e arranca elogios

Sem Felipe Jonatan, o técnico Jorge Samapoli começou o duelo com Jean Mota na lateral esquerda; ex-Bota-SP, porém, é quem acabou na ala

por Agência Futebol Interior

Santos, SP, 08 (AFI) - A goleada por 4 a 0 sobre o América-RN e a consequente classificação do Santos à terceira fase da Copa do Brasil ficaram marcadas pelo brilho do polivalante Diego Pituca. Sem Felipe Jonatan, o técnico Jorge Samapoli começou o duelo com Jean Mota na lateral esquerda. Entretanto, ele apresentou certas dificuldades, o que levou o treinador a colocar o ex-jogador do Botafogo-SP no setor, tirando-o do meio de campo. Na coletiva, o comandante foi só elogios.

"A inclusão de Pituca como lateral-esquerdo era por conta de o adversário jogar com extremos por dentro, então havia a necessidade de laterais que pudessem jogar por dentro. Além disso, eles soltavam muito os laterais abertos, então a ideia era jogar com os nossos extremos nas costas do lateral-direito deles para gerar inconvenientes", disse o experiente argentino.

Copa do Brasil: Polivalente, Diego Pituca brilha na vitória do Santos e arranca elogios
Copa do Brasil: Polivalente, Diego Pituca brilha na vitória do Santos e arranca elogios
Jorge Sampaoli ainda elogiou a postura de seus comandados, especialmente no segundo tempo. Na etapa final, o time da Baixada foi para cima e conquistou a vitória.

"Nessas partidas eliminatórias, temos que ganhar com o ataque, e foi o que nós propusemos no segundo tempo para modificar algumas coisas, que era gerar muitos mais jogadas ofensivas e buscar o segundo gol rápido. A equipe conseguiu isso, criou pelo menos dez chances, que poderiam ter ampliado o placar. Permanecemos no ataque durante os 90 minutos", completou.