Santos ouve não do Ceará em primeira investida pelo goleiro Éverson

Presidente do clube cearense disse que só libera o jogador se os santistas pagarem multa

por Agência Futebol Interior

Santos, SP, 07 (AFI) - A pedido do técnico Jorge Sampaoli, o Santos segue no mercado em busca de um goleiro que tenha qualidade com a bola nos pés. Após ter uma propostas recusada por Martín Campaña, do Independiente, a diretoria santista fez uma investida por Éverson, do Ceará, e mais uma vez não foi bem sucedida.

Presidente do Ceará, Robinson de Castro deixou claro que só vai abrir conversas com o Peixe caso os paulistas concordem em pagar a multa de R$ 6 milhões prevista no contrato do atleta.

"Proposta tem um monte, mas tem que pagar a multa. Só sai assim. Sem pagar a multa à vista, nem o Real Madrid leva. Sem isso, não tem negócio. Fiado eu não faço", afirmou Robinson em entrevista ao jornal O Povo.

Foto: Lucas Moraes / Ceará SC
Foto: Lucas Moraes / Ceará SC
Antes do Santos, o Grêmio dedicou bastante esforço para tentar a contratação de Éverson, mas a diretoria alvinegra foi intransigente e não aceitou nenhuma das propostas do Tricolor, que acabou contratando Júlio César, do Fluminense.

Pouco tempo após esfriar as conversas com o Grêmio, o Ceará acertou a renovação de contrato do goleiro, no final de dezembro. Ele recebeu aumento salarial e ampliou o vínculo até o final de 2021.

 
 
" />