Artilheiro do Brasileirão, Gabriel pede calma com grande momento do Santos

Assim, o time ascendeu para o nono lugar no torneio nacional com 31 pontos

por Agência Estado

Santos, SP, 09 - O foco do Santos mudou no Campeonato Brasileiro. Antes ameaçado de rebaixamento, o time atingiu neste domingo o quinto jogo seguido de invencibilidade no torneio, com quatro vitórias e um empate. A briga por uma vaga na próxima edição da Copa Libertadores parece já ser um objetivo real, mas o atacante Gabriel pede calma ao time nesse momento positivo.

Neste domingo, em Curitiba, o Santos derrotou o Paraná por 2 a 0, com os gols da partida sendo marcados por Gabriel, o artilheiro isolado do Brasileirão, com 12. Assim, o time ascendeu para o nono lugar no torneio nacional com 31 pontos, a sete da zona de classificação à Libertadores e com sete de vantagem para o grupo da degola.

"É um resultado muito importante. Viemos com vontade, sabíamos que era um jogo complicado. Mas vamos ter um pouco de calma, né. Temos uma semana cheia e também um jogo a menos. Vamos trabalhar jogo a jogo, para conseguir as vitórias", afirmou Gabriel em entrevista ao Premiere.

Gabriel assumiu a artilharia do Campeonato Brasileiro
Gabriel assumiu a artilharia do Campeonato Brasileiro
PROVOCAÇÕES
Além dos gols de Gabriel, o duelo ficou marcado por algumas entradas ríspidas, provocações e discussões, algo que inclusive provocou a expulsão de Claudinei Oliveira, técnico do Paraná. O atacante lamentou os incidentes e avaliou que o péssimo momento do adversário, o lanterna do Brasileirão, podem explicá-los.

"Ficamos tristes. Começaram a bater sem bola. Foi uma em mim, uma no Derlis, outra no Rodrygo. Mas é coisa do futebol. Eles não estão em uma fase boa. A gente fica triste porque o árbitro não deu cartão", disse.

Embalado, o Santos voltará a jogar no domingo, em clássico com o São Paulo, na Vila Belmiro, pela 25ª rodada do Brasileirão.

 
 
" />