Vanderlei minimiza falha e culpa gramado escuro: 'O segundo nem vi onde passou'

O Peixe perdeu para o Luverdense por 2 a 1 na partida de volta das oitavas de final da Copa do Brasil, mas se classificou

por Agência Estado

Lucas do Rio Verde, MT, 17 (AFI) - O goleiro Vanderlei fez mais um jogo ruim na derrota do Santos por 2 a 1 para o Luverdense nesta quarta-feira, em Lucas do Rio Verde, no Mato Grosso, no jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil.

Na primeira partida entre as equipes, quando o time alvinegro goleou por 5 a 1, o gol sofrido veio graças a uma falha do camisa 1 da equipe. Desta vez, ele vacilou no primeiro gol do Luverdense, ao deixar passar um chute fraco de Paulo Renê.

O segundo gol foi um belo chute de Itaqui, uma cobrança de falta, quase um mini escanteio que veio do lado direito e entrou no ângulo esquerdo do titular da meta santista. Ao deixar o gramado, Vanderlei falou sobre os lances.

"É complicado. Tenho que rever com calma. O gramado é meio escuro, estava difícil pra ver a bola. Não sei se foi falha no primeiro. O segundo, de falta, nem vi onde passou", comentou.

Apesar da derrota, o Santos garantiu vaga para as quartas de final e isso é o que mais importa para o jogador. "A gente poupou o time inteiro e do outro lado tinha um adversário que não é bobo. Temos que enaltecer a classificação, que era o nosso objetivo", prosseguiu.

O Santos agora volta a campo no domingo, no clássico contra o São Paulo, no estádio do Morumbi, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro. "A derrota não atrapalha. Agora é preciso descansar para estar bem no clássico", disse Vanderlei.

O goleiro também negou que a má atuação tenha relação com o fato de não ter sido convocado pela seleção brasileira para a Copa do Mundo. "Não fico magoado. O Tite manteve a coerência e levou quem ele estava chamando. Agora vou torcer para quem está lá. Claro que a gente espera sempre ser convocado, mas o principal objetivo é sempre fazer o melhor trabalho aqui", finalizou.