Santos conta com jogos contra times em má fase para superar turbulência

Os próximos rivais do Santos estão em situação ainda pior neste início de temporada

por Agência Estado

Santos, SP, 09 - Pressionado após a dura derrota por 5 a 1 para o Grêmio, domingo, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro, o Santos vai ter adversários teoricamente "ideais" nesta semana para reagir e deixar para trás o clima de pressão e desconfiança, provocado pela maior derrota do time desde 2013.

Com apenas uma vitória nos últimos quatro compromissos, o Santos desperdiçou a chance de garantir antecipadamente o primeiro lugar do seu grupo na Copa Libertadores e, principalmente, realiza um início ruim no Campeonato Brasileiro, o que o deixa perto da zona de rebaixamento, até por ter um jogo a menos do que quase todos os concorrentes.

Os próximos rivais do Santos, porém, estão em situação ainda pior. As oitavas de final da Copa do Brasil têm apenas um representante da Série C, a terceira divisão nacional: o Luverdense, que só estreia nesta etapa da competição por ter faturado a Copa Verde de 2017.

E o time do Mato Grosso será exatamente o adversário do Santos, que também só inicia a sua participação nesta etapa por ser um dos representantes brasileiros na Copa Libertadores. Para aumentar o favoritismo da equipe da Vila Belmiro, o Luverdense passa por momento difícil.

Após quatro rodadas disputadas, o time soma apenas três pontos, com uma vitória e três derrotas, o que o deixa em oitavo lugar entre os dez participantes do Grupo B da Série C, competição que o time disputa em 2018 por ter sido rebaixado da segunda divisão nacional no ano passado.

Santos conta com jogos contra times em má fase para superar turbulência
Santos conta com jogos contra times em má fase para superar turbulência
O rival seguinte do Santos até ascendeu em 2017, ao contrário do Luverdense, mas não está em situação muito melhor. No domingo, o rival vai ser o Paraná, pela quinta rodada do Brasileirão. E o time curitibano, que subiu da Série B no ano passado, faz um retorno ruim à elite nacional, com apenas um ponto somado em quatro jogos, campanha que o deixa na lanterna da competição.

"Precisamos somar pontos no Brasileirão. Antes tem o jogo da Copa do Brasil, em que será muito importante vencer por ser em casa e para depois decidir com mais tranquilidade fora. Vamos ter que impor o nosso jogo", afirmou o lateral-esquerdo Dodô, em entrevista coletiva, indicando a necessidade de recuperação imediata do time.

Outro fator comum entre os dois jogos é o de que eles serão disputados na Vila Belmiro. E ainda que a procura por ingressos para o duelo com o Luverdense seja baixa, Dodô espera contar com o apoio do torcedor. "Quando jogamos no Santos, sabemos que a cobrança é grande. Precisamos encarar isso com naturalidade, mas queremos o torcedor do nossa lado", concluiu.

 
 
" />