Jair minimiza ausência de 'camisa 10' e faz mistério no Santos para estreia

A dúvida sobre o setor ofensivo do meio de campo santista é fruto da ausência de um meia criador

por Agência Estado

Santos, SP, 13 - O Santos encerrou nesta sexta-feira a preparação para a estreia no Campeonato Brasileiro, diante do Ceará, sábado à noite, no Pacaembu. Como de costume, a última atividade antes da partida foi fechada à imprensa e o técnico Jair Ventura fez mistério sobre a escalação que vai a campo.

As principais dúvidas estão no meio de campo. Alison está confirmado na cabeça de área, mas seu parceiro pode ser Renato ou Léo Cittadini. Mais à frente, Jean Mota é a opção para a meia, mas Jair pode optar pelo esquema com quatro atacantes, o que faria com que escalasse Rodrygo.

"Seja com quatro atacantes ou dois meias e apenas um volante, o Santos é sempre ofensivo. A ideia de jogo já está implementada, os jogadores já sabem o que precisa ser feito. Por mais que mude, o 4-2-3-1, o 4-2-4, o 4-1-4-1, eles sabem o que precisa ser feito com a bola, sem, no momento da transição, da organização...", declarou após a atividade.

Jair minimiza ausência de 'camisa 10' e faz mistério no Santos para estreia
Jair minimiza ausência de 'camisa 10' e faz mistério no Santos para estreia
DÚVIDA NA ESCALAÇÃO
A dúvida sobre o setor ofensivo do meio de campo santista é fruto da ausência de um meia criador. Desde a saída de Lucas Lima, Jair tem pedido um "camisa 10", mas até pela questão financeira, a diretoria ainda não encontrou um nome no mercado. Para o treinador, não há motivos para reclamar.

"A minha relação com a direção é a melhor possível. O presidente quer o camisa 10, todos nós queremos, mas nós temos no mercado. Não é tão fácil, tão simples. Não adianta a gente contratar qualquer um, jogar para a nossa torcida. Nem sempre quando você faz tudo certo a contratação acontece. Mas a gente está tentando. E se não chegar até o fim do ano, a gente tem que dar o jeito. A vida de treinador é isso", opinou.

Sem um meia criador, a tendência é que Jair opte pelo esquema com quatro atacantes. O time santista deve ir a campo com: Vanderlei; Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, David Braz e Dodô; Alison, Renato e Rodrygo; Arthur Gomes, Eduardo Sasha e Gabriel.